19 maio 2016

Façamos bom uso dos membros que Deus nos deu

Recebemos como dom de Deus os membros do nosso corpo, pois cada um deles tem funções específicas e maravilhosas

Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na vida sem uma das mãos, do que tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga” (Marcos 9,43-44).

 

A Palavra de Deus, que vem hoje ao nosso encontro, é um convite para revisarmos nossos atos e atitudes, para olharmos em que direção a nossa vida está indo.

Recebemos como dom de Deus os membros do nosso corpo, pois cada um deles tem funções específicas e maravilhosas. Os nossos olhos nos ajudam a enxergar tudo aquilo que entra em nós pelos nossos olhos; nossas mãos são importantes para pegarmos o que necessitamos, servem para afastar e aproximar, para tantas coisas úteis que manuseamos no dia a dia! Os nossos pés direcionam nossos passos, vamos para cá e para lá, e assim por diante.

Só podemos louvar e agradecer a Deus por cada um dos membros que compõem nosso corpo e nossa vida! É importante lembrar que os membros são direcionados pela nossa cabeça, têm a função de coordenar, direcionar, orientar e dizer o que podemos ou não fazer. Nenhuma mão é desgovernada nem faz o que quer sozinha.

A primeira coisa: precisamos ter juízo na cabeça, porque ele vai coordenar as atitudes dos outros membros que compõem todo o nosso corpo.

A Palavra de Deus, hoje, está nos ensinando a viver a disciplina, a vigilância e a ascese em nossa vida. Se deixarmos nossos membros fazerem o que querem, pense que vida desordenada teremos! Pense que bagunça será a nossa vida! A desordem se instalará dentro do nosso coração e da nossa mente, viveremos confusos.

Por isso, se precisar disciplinar sua mão, seja firme com ela! Às vezes, sem querer ou sem prestar atenção, nossa mão começa a pegar coisas que não são para pegar. Apreciamos uma coisa aqui, achamos algo bonito ali e, quando vemos, já nos acostumamos a pegar, a levar. Às vezes, as crianças vão ao supermercado e, quando ninguém está olhando, a mãozinha pega um doce e come; faz isso pela primeira, segunda, terceira vez… A mão acostumou-se a fazer o que não deveria.

Às vezes, deixamos o nosso olhar solto, olhamos para tudo e todos os lados, olhamos para o que não devemos. Quem comanda o nosso olhar é a nossa disciplina interior. Se o deixamos correr solto, irá olhar para onde não deve nem convém.

Precisamos ter disciplina com nossos passos: Onde devemos ir? Onde devemos entrar?

Por isso, meus irmãos, o Evangelho de hoje não é um convite para ninguém se mutilar. Deus nos quer completos e sadios! Ele nos deu duas mãos, dois braços, porém, pode ser que você, por algum acidente ou uma questão de genética, tenha nascido com alguma deficiência.

O mais importante é que, tendo os dois olhos funcionando bem ou não, conseguindo enxergar a luz ou não, você a tenha dentro de si. O importante é que tendo um braço, dois ou até mesmo nenhum, que os nossos membros sejam disciplinados, façam o que é correto e justo. As mãos foram feitas para abençoar e não para amaldiçoar; foram feitas para apartar e não para causar a violência ou qualquer coisa nesse sentido.

A graça de Deus que temos em nós é para fazermos o bom uso dos membros que Deus nos deu. Trabalhemos na disciplina interior, para que tenhamos controle dos nossos atos e atitudes. Senão, o que restará de bom em nós?

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários