13 Jun 2017

Devemos ser luz no mundo

Precisamos ser luz onde nós estamos e naquilo que fazemos

“Vós sois o sal da terra. Vós sois a luz do mundo” (Mateus 5, 13-14).

A afirmação de Jesus, de que somos sal, deve assumir aquilo que devemos ser para o mundo, pois o sal dá sabor, consistência e gosto, é o tempero necessário para que o mundo se conserve na graça de Deus.

É importante lembrar que o sal, na concepção antiga, não era usado somente para dar sabor aos alimentos, pois, quando não havia geladeira para conservá-los nem refrigerá-los, era o sal que permitia aos alimentos sobreviver por mais tempo.

O que dá sabor, sobretudo conserva essa graça de Deus, é o testemunho da nossa vida cristã, o testemunho de pessoas que creem em Deus, que O amam e O colocam em primeiro lugar na sua vida.

Ser sal é uma obrigação nossa, pois precisamos dar gosto a esse mundo, que está muito sem gosto, sem graça. Quando eu digo “sem graça”, é sem a graça de Deus, porque, às vezes, estamos procurando graça em outro sentido. Aquilo que é engraçado, que todo mundo está rindo, é um riso histérico, muitas vezes, vazio. Precisamos encontrar o riso sóbrio daquele que encontrou a graça de Deus na sua vida.

Viver na graça é testemunhar o Senhor e levar a Sua graça para os outros. Somos e devemos ser luz no mundo. Caminhar na escuridão é triste, terrível, acidentamo-nos, caímos, machucamo-nos e atropelamos uns aos outros. A luz de Deus nos ilumina, permite-nos enxergar, falar e chegar até você.

Nós, no entanto, precisamos ser luz onde estamos e naquilo que fazemos. Como somos luz? A luz é aquela que brilha, não sobre si, mas pelos atos, pelos bons exemplos e o testemunho de vida, do amor que temos por Deus em nosso coração, em nossa vida. Deixemos que irradie da nossa vida bons exemplos. Já há pessoas falando demais com maus exemplos, falsos testemunhos; há pessoas que exaltam as coisas erradas. É triste, é contra testemunho.

Precisamos exaltar sempre mais as coisas boas e certas, sobretudo, que as pessoas nos olhem e não sejamos para elas aqueles que falam por palavras, mas que nossas obras testemunhem aquilo em que acreditamos.

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Dezembro

37%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.