20 out 2013

Desanimar jamais!

Se suas forças estiverem se esvaindo e se você estiver cansado – peça a Deus que redobre suas forças e recobre suas energias. Desanimar jamais!

“Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?” (Lc 18,8).

Meus queridos irmãos e irmãs, a Palavra do nosso Deus no dia de hoje, nos chama a prestar atenção em duas coisas importantes. Primeiro, na oração insistente, que é aquela com fé, e essa mesma fé nos chama à perseverança. É por isso, que o questionamento de Jesus, é este: “Será que quando ele voltar, será que quando ele vier julgar essa terra, ainda encontrará fé sobre ela?”

Não existe outro modo de chegar até Deus a não ser pela fé. Só pela fé nós podemos agradar a Deus, só pela fé nós podemos viver a vontade d’Ele em nossa vida. E o que tira, diminui ou enfraquece a nossa fé? São tantas situações e tantos ventos contrários que nos deixam, muitas vezes, desanimados e sem alento para vivê-la de forma intensa.

Nós, muitas vezes, nos cansamos e nos decepcionamos com os fatos e com as pessoas. Por vezes, parece que a fé não alcança aquilo que nós pedimos de Deus, e isso nos deixa desanimados e cansados.

A Palavra de Deus, hoje, quer ser um alento para o nosso coração e dizer, de forma bem incisiva, à nossa alma que a nossa oração deve ser constante, insistente e persistente. E para isso, Jesus nos deu o exemplo dessa pobre viúva, que importunava o juiz dia e noite. Este, para se ver livre da mulher, fez justiça a ela. Se esse juiz, maldoso, atendeu essa pobre mulher; imagine o nosso Deus se nós, dia e noite, insistirmos com Ele sem que jamais desanimemos.

Se suas forças estiverem se esvaindo e se você estiver cansado – peça a Deus que redobre suas forças e recobre suas energias. Desanimar jamais! Não desista da oração, não desista de estar em pé diante do Senhor, suplicando-Lhe dia e noite que a vontade d’Ele se faça na sua vida. Leve a oração como a coisa mais importante e mais séria da sua vida de cristão; no seu modo de se relacionar com Deus, com vontade ou sem vontade, animado ou desanimado! Não importa a forma, o importante é insistir, persistir e continuar. Precisamos “aborrecer” Deus com a força da oração!

Deus abençoe você!

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia

Comentários