20 maio 2016

Abramo-nos à graça do amor

Só podemos exaltar, bendizer e louvar a Deus por todos aqueles que acreditam na força do amor e lutam para viver um matrimônio santo

Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!” (Marcos 10, 8-9).

O casamento é um dom divino. Apesar de tantas decepções, de muitos até tentaram fazer com ele desse certo, mas por algum motivo acabaram dando errado, não podemos olhar para a beleza original que há no matrimônio.

O casamento é o grande dom a serviço da vida do homem e da mulher, porque eram duas vidas independentes, mas que, um dia, encontraram-se, olharam-se e começaram a seguir um caminho de vida. Esse caminho foi se afunilando, até que um dia se tornou um só caminho e uma só vida.

São duas pessoas distintas, duas identidades, um homem e uma mulher, que se encontraram e desejaram trilhar a mesma estrada. Então, um vai complementar o outro, enriquecer a vida do outro.

O casamento não é para um anular a vida do outro; ao contrário, é a grande graça, onde um vai somar e multiplicar; e toda multiplicação feita se divide em graças e dons.

Não podemos negar as dificuldades da união, porque há os temperamentos, as histórias, personalidades e desafios; mas não podemos nos esquecer de que há a graça do amor que une, solidifica e leva um a se entregar ao outro para que a vida aconteça. O amor é capaz de superar mágoas e desentendimentos.

Não podemos deixar de levar em conta a graça de Deus, pois é ela quem permite ao casal superar as dificuldades, olhar novos horizontes e vencer desafios. A graça de Deus socorre nossas fraquezas e necessidades, permite-nos superar montanhas.

Às vezes, num relacionamento a dois, começa haver dificuldades com coisas até pequenas. “Deus, como vou dar conta de viver com uma pessoa desse jeito?”. Não se fixe no problema, deixe a graça de Deus direcionar vocês.

O matrimônio está a serviço da vida, e é da união de dois que nasce a vida humana, uma nova vida. Filhos são bênçãos, dádivas divina! É dessa união maravilhosa do homem e da mulher, e não de outra forma, que a vida humana nasce, cresce e se multiplica no meio de nós.

Por esse modo, só podemos querer exaltar, bendizer e louvar a Deus por todos aqueles que acreditam na força do amor e lutam para viver um matrimônio santo. Exaltar aqueles que não olham a união do homem e da mulher de forma descartável, por causa da cultura em que vivemos, ou seja, o que já se usou, já se cansou, é jogado fora ou se pega outra coisa e assim vai substituindo.

A vida e o amor, dons inestimáveis, muitas vezes são pisoteados, porque não nos deixamos levar pelo viés da graça.

Abraço, com todo amor do coração, todos aqueles que tentaram, lutaram ou estão tentando e lutando para viver um matrimônio, uma união conjugal de acordo com a vontade de Deus, mas nem sempre conseguem. O mais importante é a intenção, a vontade, a luta e a entrega! O que não deu certo, entregue a Deus, para que Ele direcione os horizontes. O que não podemos é desistir da graça do amor!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários