23 jan 2015

A Palavra de Deus expulsa o mal de nossa vida

A primeira maneira de expulsar o mal do meio de nós é nos enchermos da Palavra de Deus e anunciá-la aos outros!

“Então Jesus designou Doze, para que ficassem com ele e para enviá-los a pregar, com autoridade para expulsar os demônios” (Marcos 3, 14-15).

Deus, no Seu infinito amor e na Sua infinita misericórdia, escolheu e escolhe homens e mulheres para serem propagadores da Boa Nova do Reino d’Ele, para que façam o Reino de Deus acontecer ao Seu modo e a Sua maneira. É Deus quem escolhe a quem Ele quiser!

Você pode ter a certeza de que é um escolhido do Senhor, você é um chamado de Deus, para que, onde você esteja, exerça o apostolado de Jesus, seja uma presença viva d’Ele onde Ele o enviou. É claro que se você é casado, o seu primeiro apostolado é na sua casa e na sua família. Não podem um pai e uma mãe de família deixar a sua casa, a sua família, os seus, para primeiro ir pregar para os outros. Pode até pensar: “Eu trabalho na Igreja, sirvo o Senhor na Igreja, então eu tenho muitas responsabilidades nela [Igreja]!”. Não, a sua primeira Igreja é a sua casa, é ali você tem que exercer a sua evangelização e ser presença viva de Jesus no meio dos seus!

A partir do momento em que você evangeliza a sua família e a sua casa, você também pode evangelizar o mundo em que você vive, o seu trabalho, a sua escola, os seus vizinhos, aqueles que fazem parte da sua vida! Seja apóstolo do Senhor!

Duas coisas importantes não podem faltar na vida de um apóstolo, a primeira coisa: anunciar o Evangelho, pregar a Palavra de Deus. A primeira missão do apóstolo é pregar Jesus, é anunciá-Lo; não é pregar outra coisa, anunciar outra coisa; é anunciar o Reino de Deus! O Evangelho, assim como Jesus nos ensinou, nos dá a sabedoria necessária, a compreensão (a mais simples possível), para que, onde quer que estejamos, nós anunciemos o Seu nome.

A segunda missão do apóstolo é expulsar os demônios; onde Cristo está presente o demônio não reina, ele é expulso, dissipado, mandado para longe. Por isso onde está o apóstolo de Jesus as trevas não podem prevalecer! E sabemos que existem muitas coisas do mal no meio de nós, existem muitas maldades e muitas ações revestidas de bondade, contudo, no interior destas há muita maldade e muita coisa diabólica.

A inveja, a fofoca, o ressentimento e as brigas não são coisas de Deus, por isso o apóstolo tem que ser combatente, tem que reconhecer onde o mal está agindo – seja o mal explícito seja o mal escondido –, ou seja, revestido de pele de cordeiro, parecendo ser coisa boa. Ele  [apóstolo] tem que ter o discernimento e a sabedoria de não deixar o mal prevalecer sobre o bem, nem deixar as coisas erradas ser confundidas com coisas certas.

Expulsar os demônios é muito mais do que fazer exorcismo; é reconhecer onde as obras do mal, do maligno, estão agindo em nossa casa, em nossa família, no meio dos nossos ou em nós: em nosso temperamento, em nossa vontade e em nossa forma de agir. Nós expulsamos o mal e o primeiro modo de expulsá-lo do meio de nós é nos enchermos da Palavra de Deus e anunciá-la aos outros!

Deus abençoe você!

Comentários