21 Dec 2015

A fé é a grande bem-aventurança da vida

A fé é uma adesão do coração; é colocar em Deus a confiança, a esperança acima de todas as coisas e situações

Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu” (Lucas 1, 45).

A exemplo de ontem, hoje continuamos a meditar e contemplar aquilo que foi a missão misericordiosa de Maria por excelência: ela grávida e recebendo o anúncio do anjo. Ela não se fechou em si mesma, não se enalteceu nem ficou orgulhosa e soberba. Pelo contrário, entendeu que de Deus recebeu uma missão: ser portadora do Filho d’Ele e levá-Lo pelos caminhos da vida.

Veja mais:
:: Maria foi elevada ao céu em corpo e alma
:: A devoção a Virgem Maria é necessária para a salvação?
:: A força transformadora do Espírito Santo
:: Maria é mãe de Deus?

Ela [Maria] imediatamente subiu à região montanhosa da Judeia e foi visitar sua prima Isabel. A alegria, a exultação de Isabel por receber sua parenta, aquela que era a mãe do Salvador. Por isso Isabel proclama mais uma bem-aventurança e chama, exclama Maria como a bendita entre todas as mulheres, e ainda diz: “Bem-aventurada és tu, porque acreditastes”.

A grande bem-aventurança da vida

Sabe, meus irmãos, crer é uma felicidade imensa para o coração humano. A fé é a grande bem-aventurança da vida. Bem-aventurados aqueles que creem e não desanimam quando colocam no Senhor sua esperança e confiança, ainda que os sinais e os tempos, as condições e contrariedades, muitas vezes, apontem o contrário para a nossa vida. Podemos passar pelo vale tenebroso da sombra da morte, mas se não perdemos nossa fé, seremos sempre felizes e bem-aventurados!

A mulher que hoje contemplamos não é feliz só porque trouxe Jesus em seu ventre. A felicidade de Maria ou a bem-aventurança que nela reside existe, porque ela é mulher de fé, crê nas promessas de Deus aconteça o que acontecer, ainda que as promessas d’Ele contrariem seus planos humanos, tudo aquilo que era plano para sua vida.

Alimentemos em nós o dom da fé

Neste tempo de graça que vivemos, precisamos alimentar em nós o dom da fé, aumentá-la mais do que nunca. Tempos difíceis, de crise e dificuldades podem nos roubar ou nos tirar tudo, mas jamais podem nos tirar a fé, porque ela é, acima de tudo, uma adesão do coração. Ter fé é colocar em Deus a confiança e a esperança acima de todas as coisas e situações.

Desejo que, na mesa do seu Natal, não falte fé para nenhum dos seus. Que a fé não falte na sua casa, na casa de sua família, dos seus parentes. Animados e firmes nesta mesma fé, levemos esperança para o coração das pessoas e sejamos portadores do Cristo para os irmãos e irmãs.

Não permitamos que ao nosso lado algum coração seja tomado pela tristeza, pelo desânimo e falta de ânimo, pelo cansaço. Pelo contrário, animemo-nos uns aos outros, reanimemos uns aos outros, porque o Cristo que Maria trazia consigo está no meio de nós e é a alegria do nosso coração!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira este livro de padre Roger Araújo


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Dezembro

40%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.