12 jan 2017

A comunhão com Deus acontece em nosso coração

A comunhão com Deus acontece dentro do nosso coração, quando vivemos uma relação íntima e pessoal com Ele a cada dia

“Cuidado, irmãos, que não se ache em algum de vós um coração transviado pela incredulidade, levando-o a afastar-se do Deus vivo” (Hebreus 3,12).

Em primeiro lugar, o cuidado é para conosco, é para com o nosso coração, para com a nossa vida, nosso ânimo, interior e vontade. Se deixarmos a incredulidade e o desânimo tomarem conta de nós, vamos nos afastar do Deus vivo, mas, na verdade, precisa acontecer o contrário: quanto mais nos sentimos cansados, desanimados, desapontados e desencorajados, é que precisamos nos aproximar deste Deus vivo!

Se nos deixarmos desviar, a incredulidade vai tomar conta de nós e nos afastar, distanciar-nos de Deus, de modo que vamos perder Sua graça aos poucos. Que não se ache entre nós alguém assim, mas, uma vez que se ache, precisamos ter força e ânimo uns para com os outros, para não deixarmos ninguém se desviar pela incredulidade, pela falta de fé e ânimo, sobretudo pelas decepções.

Quem de nós nunca decepcionou e não foi decepcionado nesta vida? Quando as decepções tomam conta de nós, vamos perdendo o alento e a força interior. E quando essas forças interiores vão se alardeando dentro do nosso coração, vamos realmente nos extraviando da fé, desviando-nos do caminho e nos afastando do Deus da vida.

O pior que pode nos acontecer é o nosso coração endurecer. O nosso coração fica duro, insensível ao toque e à realidade da graça. A Palavra de Deus vem até nós, mas não surte efeito; isso não quer dizer que ela não tenha poder para fazer efeito em nossa vida, é porque o nosso coração colocou uma barreira tão grande e está tão tomado pela incredulidade, que é incapaz de se deixar sensibilizar pela graça divina.

Não podemos nos permitir ser tomados por esses sentimentos. O que, então, devemos fazer? Em primeiro lugar, cuidar da nossa fé, alimentá-la, colocá-la como prioridade em nossa vida.

A oração, a leitura da Palavra de Deus, a confissão constante e a vida de comunhão com o Senhor, a busca de ajuda e socorro, a vida comunitária na partilha da Palavra de Deus e na participação da Eucaristia são elementos principais para vivermos a nossa comunhão com Ele.

Não permitamos que a comunhão com Deus seja apenas exterior, pois se assim for, será um erro, um engano, e, de fato, vamos aos poucos perdendo o senso da fé. A comunhão com Deus acontece dentro do nosso coração, quando vivemos uma relação íntima e pessoal com Ele a cada dia.

Comuniquemo-nos com Deus e O escutemos todos os dias, escutemos Sua Palavra e direção. Quando nos submetemos a Deus, quando nos entregamos a Ele de corpo, alma e coração, Sua presença cuida de nós e não permite que nosso coração se desvie, afaste-se por nenhuma incredulidade!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários