17 Jul 2019

O Pai revela Seu amor aos pequenos

Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos” (Mateus 11,25).

Veja a graça de Deus: o nosso Pai, o Senhor do Céu e da Terra é o Criador de todas as coisas, o Soberano, Eterno, Onipotente, Aquele que é digno de todo o nosso louvor, honra e glória no Céu e na Terra, porque Ele é um Pai maravilhoso, é o Pai que tudo criou, é o Pai que tudo fez por amor.

Deus não revelou a grandeza do Seu amor, Ele não nos revelou a grandeza da Sua ciência nem a grandeza de todas as coisas a quem se acha sábio, como aquela pessoa que acha pode tudo, que tem a sabedoria e todo o conhecimento.

Os sábios têm a sua sabedoria humana. Os conhecedores têm seus conhecimentos científicos e sabem o valor que tudo isso tem para a nossa vida. Existe, no entanto, uma sabedoria escondida, uma sabedoria eterna, existe a sabedoria criadora de todas as coisas; e essa sabedoria de Deus é revelada aos pequeninos. Contudo, não é somente ao pequeno, mas àquele que é pequenino, que se faz menor, que tem a verdadeira humildade.

O Pai revela Seu amor e Sua vontade a quem se faz pequeno, a quem se faz humilde

A sabedoria da vida não se esconde sobre a aparência do orgulho, da soberba nem do egoísmo humano. Muitas pessoas se portam e se comportam como sabedoras de todas as coisas, mas a sabedoria de Deus vai ao encontro dos corações mais humildes, sensatos e serenos, e é ali que Deus faz morada, ali Ele se esconde, manifesta-se.  

Deus quer se manifestar por meio de nós, mas precisamos ser pessoas humildes e sensatas. A humildade de se fazer pequeno e ser pequeno, sem nada daquele sentimento de grandiosidade, de querer saber tudo, poder tudo, achar tudo quando não somos nada. Nada de se elevar, de encher-se e inchar, inflamar-se de orgulho e soberba. Quando fazemos isso, tornamo-nos pessoas briguentas, que estão sempre no combate umas com as outras, porque queremos ter razão, queremos ser conhecedores, achar que podemos tudo quando, na verdade, Deus não se revela no meios dessas confusões.

Aquele que, humildemente, se recolhe, coloca-se no seu canto, aquele que abaixa a sua cabeça, dobra os seus joelhos, aqueles que colocam Deus acima de todas as coisas, inclusive dos seus pensamentos intelectuais, dos sentimentos do próprio coração, ele coloca o Senhor acima de todos e todas as coisas.

Assim consiste a verdadeira sabedoria, e é assim que o Pai revela Seu amor e Sua vontade a quem se faz pequeno, a quem se faz humilde e a quem não busca sentimentos de grandeza, de superioridade nem de orgulho.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.