28 ago 2017

Jesus é a religião da vida

A religião de Jesus é a religião da vida, sem desprezar aquilo que é a essência; é cuidar do fundamental e amar a pessoa humana

“Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais” (Mateus 23,13).

Jesus é amoroso, eterno e misericordioso, Ele é a expressão mais amorosa de Deus para todos nós. O Senhor é autêntico, verdadeiro e muito duro com a hipocrisia, a qual é, justamente, essa dos mestres da Lei e fariseus, que conhecem as Lei de Deus, conhecem Suas regras, Sua Palavra revelada, mas se fecham para a verdade da Lei, estão apegados às coisas menores, às discussões tolas. Estão apegados a certos aspectos da lei e não a sua essência.

Permita-me dizer, do fundo do meu coração, que não podemos desprezar a Doutrina, a religião, a fé, os valores e dogmas. Os ensinamentos da fé e tudo aquilo que nós aprendemos, desde crianças, como os mandamentos, as leis e tudo que a Igreja nos ensina é, na verdade, uma riqueza de Deus para todos nós.

Há um cuidado que toda religião precisa ter para não ser uma religião de preceitos, regras e muita hipocrisia, para não ser uma religião do peso, da exigência, que apenas exige e pouco ama e vive.

A religião de Jesus é a religião da vida, sem desprezar aquilo que é a essência; é cuidar do fundamental, amar a pessoa humana. Senão, corremos sérios riscos de sermos também uma religião da hipocrisia, que fala demais e prega Deus o tempo inteiro. Os filhos de Deus, no entanto, estão sendo deixados de lado, estão sofrendo, não estão sendo cuidados.

A pessoa diz assim: “Eu fico o tempo inteiro na presença de Jesus”. Essa pessoa ora, adora, mas será que tem tempo para o outro? Escuta e se volta para ele? Uma religião que nos deixa fechados em nós mesmos, que nos exalta como se nós fôssemos todos de Deus, mas não nos abre para cuidarmos e amarmos o próximo; é a religião dos fariseus, dos hipócritas e doutores da Lei. Onde se fecha o Reino de Deus ninguém entra, ninguém sai.

O Reino dos Céus é para todos, e o nosso dever não é fechar a porta, porque, quando a fechamos, nem mesmo nós entramos. O nosso dever é abrir as portas, é acolher e trazer para a fé os irmãos, independentemente do que vivem e passam, para serem cuidados e amados; a partir daí, conhecerem a verdade.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Setembro

50%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários