19 Feb 2022

Seu coração vive maravilhas quando está na presença de Deus

“Naquele tempo, Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: ‘Mestre, é bom ficarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para Ti, outra para Moisés e outra para Elias’. Pedro não sabia o que dizer, pois estavam todos com muito medo” (Marcos 9,5-6).

“Mestre, é belo estar aqui”, a tradução não é apenas “bom”: “é bom estar aqui”, mas a tradução original é: “belo”. Porque o belo quer dizer que aos olhos também dá prazer estar na presença de Deus, não é só bom, é belo! Fomos criados para a beleza, para a contemplação de Deus.

Fazemos pouco esse gesto de contemplar os eventos de Deus na nossa vida. Muitas vezes, nós vivemos basicamente das emoções, daquilo que nós sentimos. Multiplicamos as experiências, queremos cada vez mais e mais, assimilamos muito pouco de Deus, contemplamos muito pouco o que Deus faz na nossa vida. E é uma atenção que precisamos dar à nossa experiência de espiritualidade e de fé porque o mundo corre muito veloz, as experiências são inúmeras. Num dia, numa jornada, você vive muitas coisas, mas, com Deus, precisamos aprender um pouco mais dessa dimensão da contemplação, deixar que os nossos olhos se fixem numa ação de Deus na nossa vida e que isso possa, em profundidade, nos ajudar, de fato, a tocar na nossa essência.

Pedro diz: “É belo, Senhor, estar aqui”, os verbos “ser” e “estar” têm uma diferença. Na tradução do grego, aqui é usado o verbo ser, não é “bom estar aqui”, mas é “bom ser aqui”, é uma conotação totalmente diferente porque em Deus somos nós mesmos, em Deus encontramos a nossa identidade, do contrário, longe de Deus estamos fora do nosso lugar, estamos fora da nossa identidade. Diz São Paulo: “Pois n’Ele vivemos, nos movemos e somos” (Atos 17,28). Somos apenas em Deus, Ele é o nosso lugar, Ele é o teu lugar!

O coração humano, quando sente a presença de Deus, não quer buscar outras coisas

O ser humano é belo quando encontra Deus, do contrário, ele se desfigura quando se afasta de Deus. Nessa afirmação de Pedro, também somos convidados a recordarmos disso. “Mestre, é belo ser aqui. Em ti, encontro a minha verdade, em ti estou bem, estou feliz, estou realizado. Longe de ti, não posso”.

Três tendas é a proposta de Pedro para Jesus. Por um lado, nós queremos a segurança. Quando uma experiência é muito boa, queremos agarrar com unhas e dentes aquela experiência para que ela não se vá. Diante do medo, queremos nos agarrar em algo ou agarrar alguma coisa, não queremos correr o risco de perder. Por outro lado, essas três tendas aqui lembram a shekinah de Deus, a presença de Deus no meio dos homens. Deus se acampa no meio dos homens, Ele está conosco, Ele está no meio de nós, Ele participa da nossa vida e das nossas realidades.

O coração humano, quando sente a presença de Deus, não quer buscar outras coisas, e Pedro diz: “Uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Ele não pensa só nele, ele não quer reter aquela experiência, mas ele quer partilhá-la. Pedro não sabia o que dizer porque estava com medo, mas não era um medo paralisante, era um medo que hoje chamaríamos de: temor de Deus, espanto diante da grandeza de Deus.

Que o nosso coração seja sempre assim, que ele se maravilhe com a beleza de Deus, com a presença de Deus no meio de nós!

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.