31 Mar 2022

Seja capaz de testemunhar o seu amor pelo Pai

“Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: ‘Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro’” (João 5,31-32).

A Palavra de Deus, nesse dia de hoje, finalizando esse mês de março, fala-nos do testemunho. O testemunho que o Pai dá sobre o próprio Filho, testemunho que o Filho dá a respeito do Pai.

Veja, o testemunho é a transmissão de uma verdade. Sabemos que: muitas pessoas testemunharam a graça de Deus, e isso chegou até nós, por isso, o testemunho tem estas duas dimensões: o meu testemunho de mim para alguém e o testemunho de alguém para mim. Foi o que Jesus fez. E o que Jesus nos testemunha? Qual foi o legado que Jesus deixou para nós? O que Jesus insistiu tanto? O que Jesus teve de fazer para dar a cada um de nós esse testemunho? Ele teve de dar a própria vida para nos lembrar que temos um Pai.

Este foi o testemunho que Jesus deixou para nós: existe um Pai que me ama, existe um Pai que me perdoa, existe um Pai que me acolhe, existe um Pai que está ao meu lado, que se debruça em amor constantemente sobre a minha vida. Esse é o testemunho de Jesus porque Ele mesmo recebeu isso.

Jesus, no seio da Santíssima Trindade, na união de amor do Pai e do Espírito Santo, recebeu esse testemunho de amor. Por isso, quando Ele se encarna, o coração de Cristo estava pleno desse testemunho de amor. O que Jesus fazia constantemente era apenas nos transmitir isso; transmitir que nós temos um Pai. E como eu disse: qual foi o preço desse testemunho? O processo que levou Jesus até para morte.

Só Deus pode ser testemunha do amor do Filho e só o Filho pode ser testemunha do amor do Pai

No Evangelho de hoje começa a narração do processo de Jesus até a Sua condenação no Alto da Cruz. O preço do testemunho de Jesus foi a Sua vida. Qual é o preço que você está disposto a pagar para testemunhar Jesus Cristo na sua vida? Pergunto: qual é o preço que você já está pagando por testemunhar que Jesus Cristo é o Senhor? Que você tem um Pai do Céu que te ama? Qual é o preço que você tem pagado para poder testemunhar isso?

No Evangelho, Jesus fala de um outro, que é essa testemunha fiel que diz sobre Ele, Jesus fala desse outro. É a primeira vez que aparece, no Evangelho, Jesus chamando Deus assim: “Um outro dá testemunho de mim”, porque Jesus não faz nada sozinho, Ele apela para Deus, pois só Deus pode ser testemunha do amor do Filho; e só o Filho pode ser testemunha do amor do Pai.

Então, na nossa vida, também não podemos testemunhar sozinhos. Nunca! Existe o outro que dá testemunho de nós, existe o outro que é Cristo, que já deu testemunho a nosso respeito diante do Pai do Céu.

Pense você: diante do Pai do Céu, Jesus afirmou a sua existência, Jesus afirmou a sua vida; e também permitiu que você fosse amado pelo Pai do Céu porque Ele deu testemunho a nosso favor. Então, não meça esforços, não volte atrás, não deixe de testemunhar nas pequenas coisas da sua vida, não pense em grandes coisas, não pense numa perseguição, numa morte, mas pense agora nas pequeninas coisas do seu dia a dia, onde você pode testemunhar a verdade, a justiça, a retidão, uma vida digna, uma vida santa, testemunhando o nome de Jesus.

Que a graça de Deus nos encoraje a esse testemunho, porque nós temos um Pai que nos ama, nós temos Jesus que nos salvou.

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.