08 Jul 2021

Precisamos nos aproximar sempre mais do Reino de Deus

“Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!” (Mateus 10,7-8).

É de graça que nós recebemos graça sobre graça, é de graça que recebemos o amor e a salvação de Deus. É por graça que Deus nos salva, e por isso sejamos também canais da graça. Tudo o que nós precisamos, nesta vida, é ser canais da graça, instrumentos dela. Eu não sou a graça, mas Deus me fez instrumento da Sua graça, Deus fez você e quer que você seja sempre um instrumento para que a graça d’Ele chegue aos corações.

A graça primeira é a do anúncio, e, em meio a tantas calamidades, em meio aos tempos difíceis que nós vivemos e aos sofrimentos que enfrentamos, nós poderíamos parar nisso, mas se pararmos diante dos dramas, a vida humana ao invés de ser uma graça, cai em desgraça.

Precisamos levar com mais determinação o Reino de Deus que está no meio de nós

A graça de Deus está no meio de nós, o Reino dos Céus está próximo, nós precisamos nos aproximar sempre mais desse Reino e trazer as pessoas para estarem próximas, dentro do Reino dos Céus. Não podemos nos distanciar nem deixar que os nossos estejam distantes.

Nós, muitas vezes, usamos a nossa boca para ser instrumento da desgraça, e não instrumento da graça. É que nós, muitas vezes, levamos, através das nossas palavras, daquilo que fazemos, o desespero, o medo, o pavor e a descrença. Não é para levar ilusão, de forma alguma, mas precisamos levar com mais determinação o Reino de Deus que está no meio de nós.

As pessoas me perguntam: “Padre, onde está Deus que não vê o sofrimento do Seu povo?”, “Onde está Deus diante de tantos dramas que nós passamos?”, “Onde está Deus diante da pandemia, diante de tantas outras situações dramáticas?”, “Onde está Deus diante do câncer?”, “Onde está Deus diante da depressão e de tantos males que chegam ao nosso coração?”.

Deus está aqui no meio de nós. Ele está sofrendo com os que sofrem, chorando com os que choram, mas sendo fortaleza daqueles que se refugiam n’Ele e fazem d’Ele o vigor da sua vida, sendo esperança para aqueles que não se refugiam no desespero, mas colocam n’Ele a sua confiança.

Onde está Deus? Cuidando, na fé, daqueles que olham para Ele com fé e não com desespero, sendo a confiança, o alento, o sustento e a direção para quem se volta a Ele de todo o coração.

Deus está no meio de nós. Precisamos nos encher d’Ele, preencher-nos d’Ele e O levarmos para os doentes, para os mortos, porque muitos estão ainda vivendo, mas estão como que mortos.

Precisamos limpar, purificar todos os que estão sujos na carne e no espírito pela força do pecado. Precisamos, no Reino de Deus, expulsar esses demônios todos que semeiam confusão, discórdias, brigas, invejas, rancores e dissabores no meio de nós. Precisamos ser, no mundo, a presença amorosa de Deus que está no meio de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.