24 Mar 2022

Peça ao Senhor que liberte o seu coração do espírito mudo

“Naquele tempo, Jesus estava expulsando um demônio que era mudo. Quando o demônio saiu, o mudo começou a falar, e as multidões ficaram admiradas” (Lucas 11,14).

Veja, Jesus está diante de uma realidade de libertação, Ele liberta esse homem, essa pessoa desse espírito mudo. Já meditamos um pouco sobre essa realidade. O espírito mudo, na Palavra de Deus, diz respeito a todos os impedimentos à abertura, a dizer certas coisas, de nos dar a conhecer. Esse espírito mudo é aquela opressão de nos fazer fechar-nos em nós mesmos, de impossibilidade, de comunicar o nosso ser, comunicar aquilo que nós somos.

Quanta gente por aí escondida dentro de si mesma. É dramático, muitas vezes, quando a pessoa tem as suas coisas interiores, os seus dramas guardados a sete chaves, ninguém tem acesso, e a pessoa vive oprimida por um certo espírito mudo, de não conseguir falar dos seus sentimentos, falar das suas emoções, muitas vezes, vivendo uma vida fechada em si, muitas vezes, engaiolados, sem saber achar as palavras para poder dividir um drama interior, para poder expressar a sua emoção, a sua dor emocional. É algo tão comum nos dias de hoje, uma dor emocional, e a pessoa não tem condições de achar palavras ou um meio para expor isso, para se abrir. Isso eu falo em todos os níveis, pode ser um conflito pessoal, pode ser um conflito dentro do casamento.

Quantas mulheres vivem oprimidas por situações dramáticas dentro do relacionamento, não conseguem se abrir, não conseguem falar; quantas situações de dramas, até mesmo entre o casal, que eles não conseguem resolver e se abrir. Quantas pessoas também vivem, na própria afetividade e na sexualidade, dramas interiores e não conseguem partilhar.

Esse espírito mudo é aquela opressão de nos fazer fechar-nos em nós mesmos, de impossibilidade, de comunicar o nosso ser

Tocamos nessa fragilidade humana; e aqui não estou dizendo que as pessoas com esses dramas, dificuldades têm a ver com o espírito impuro. Só estou aqui elencando realidades dramáticas que podemos fazer a analogia do que seriam hoje, nos tempos atuais, a ação desse espírito mudo.

Sabemos que muitas pessoas têm dado a própria vida e têm emprestado esse serviço de ajuda e de escuta; os profissionais que ajudam as pessoas a lidar com seus dramas interiores, um sacerdote na direção espiritual, alguém que possa rezar por você no atendimento de oração, que possa te ajudar também a trazer a tona os seus dramas e os seus conflitos. Hoje, estou aqui chamando a atenção de todos nós, porque, no Cristo, precisamos ser instrumentos na vida dos nossos irmãos.

Quantas pessoas vivem esse drama e não procuram uma saída, quantas pessoas poderiam abrir o coração no sacramento da confissão, por exemplo, da reconciliação, colocar para fora os seus pecados, os seus vícios, as suas misérias e são oprimidas por esse espírito mudo que as impede.

Então, o grande mal que Jesus enfrenta (do qual liberta essa pessoa) é o de não conseguir comunicar o seu ser, porque, muitas vezes, a pessoa é oprimida por aquelas sensações: “Se eu falar, será que vou ser compreendido?”, “Se eu falar essa realidade, será que vou ser julgado?”, “Será que vou ser condenado?”, “Será que as pessoas vão me entender?”. Sim! As pessoas vão te entender, tenha a coragem!

Peça ao Senhor a graça de se libertar desse espírito mudo, que aprisionou você dentro dos seus dramas. Não vale a pena ficar assim, não vale a pena ficar nesse escondimento, não vale a pena ficar preso dentro de você mesmo. Hoje, estenda a sua mão para Jesus, peça que Ele providencie essa libertação para o seu coração. Venha para a luz, fale do seu coração, fale dos seus sentimentos porque o Senhor te acolhe, o Senhor quer libertar você.

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.