19 Mar 2020

José, operário do Reino de Deus, rogai por nós!

“José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque Ela concebeu pela ação do Espírito Santo” (Mateus 1,20).

Hoje, temos a alegria de celebrar São José, o pai adotivo de Jesus, o esposo da Virgem Maria, o patrono e guardião de toda a Santa Igreja. Modelo de homem, modelo daqueles que são servidores do Evangelho.

Olho para José e vejo o homem justo, temente a Deus e fiel ao Senhor em todas as coisas. José até quando não compreendeu, temeu, obedeceu, baixou a cabeça para procurar compreender o que era de Deus. José, o homem servidor, não colocou seus interesses, sua vontade acima de nada, mas se colocou como servidor de Deus para todas as situações.

José, operário do Reino de Deus, não só o operário trabalhador com as suas mãos humanas, como o bom carpinteiro que era, mas foi o operário fundamental para ser a presença de pai, a presença humana, presença de homem na vida do menino, do adolescente e do jovem Jesus.

José, o companheiro de Maria, o esposo, o amigo, aquele que esteve ao lado para cobrir as fragilidades em uma época e sociedade onde a mulher era um ser muito frágil. Ali estava José, companheiro para todas as horas, mesmo quando não compreendeu o segredo belo e profundo entre Maria e Deus, ele, simplesmente, baixou a cabeça e obedeceu.

Queremos São José em nossas casas, em nossas famílias, na Igreja; queremos José guardião da humanidade e da sociedade

Olhemos para José, o homem temente a Deus, a ele foi confiado os tesouros mais preciosos do Reino dos Céus. A José foi confiada a paternidade de Jesus, o Filho eterno de Deus.

José cuidou, amou, protegeu, ensinou e educou Jesus. A José foi confiado o cuidado de Maria, a Mãe de Jesus, a esposa do Espírito Santo, a serva fiel do Senhor.

Olhemos para José, aquele que se guardou para Deus e guardou tudo o que tinha para o Senhor. Ele não guardou nada para si, não reteve nada para ele, não se deixou levar pelas suas vontades, mas procurou em tudo fazer a vontade do Pai.

Queremos José em nossas casas, em nossas famílias, na igreja; queremos José guardião da humanidade e da sociedade. Queremos José, guardião de nossos lares.        

Rezemos: “Dê-nos, Senhor, mais homens como José, servos, obedientes, tementes a Sua Palavra. Coloque, no coração dos homens, o desejo de olharmos para José e sermos fiéis. Bons homens em nossas casas, em nossos lares, em nossas famílias, na sociedade, construtores do Reino dos Céus, bons operários da messe eterna. São José, valei-nos!”. 

Deus abençoe você!   


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.