10 Jul 2020

Com prudência e humildade somos conduzidos por Deus

“Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mateus 10,16).

Não é preciso dizer que vivemos num mundo confuso, cheios de misturas onde o bem está junto com o mal, onde o certo está junto com o errado, onde a confusão realmente reina.

É preciso se diferenciar, e diferenciar-se não significa que sou melhor do que os outros, é apenas que eu saiba o que sou, para onde estou indo ou quem estou seguindo. Por isso, os discípulos não podem ser lobos no mundo em que estamos. Pelo contrário, somos ovelhas e temos um pastor, o nosso Pastor é Jesus.

O que nos distingue do mundo não é o que somos, mas Aquele que seguimos; é Jesus, o nosso Senhor e Salvador.

Há algo muito importante que o Mestre quer, hoje, ensinar a nós, que somos Suas ovelhas. Estes dois pilares fundamentais para vivermos no mundo, sem eles nós nos perdemos: o primeiro, é óbvio: a prudência. Seja uma pessoa prudente, não seja ingênuo, no “bom português”: não seja um “bobinho no mundo”, não seja aquela pessoa que não sabe distinguir o bem do mal, o certo do errado. Não seja aquela pessoa que acha que todo mundo é bonzinho e maravilhoso. Não seja aquela pessoa que se ilude com a casca, com o que está por fora, com as aparências.

Não há maior ingenuidade do que se deixar levar pelas aparências, pelo conto do vendedor, aquele que vem, te entrega o seu produto e diz: “Resolve a sua vida”. Quando ele vai embora, aquele produto não serve para nada, porque, facilmente, nos iludimos e nos enganamos, facilmente, temos posturas ingênuas diante dos fatos, da vida e das realidades.

O simples é aquele que é humilde, o humilde é aquele que aprende, escuta e se coloca no seu lugar

Não crie seus filhos em contos de fada, como se o mundo fosse todo belo e maravilhoso, como se o mundo fosse essa redoma de vidro que criamos dentro da sua casa, onde tudo é paz e amor.

No mundo, há muito terror e não podemos ser ingênuos. É preciso ser prudente, saber onde estamos pisando. Mesmo indo, por exemplo, à Igreja, para casa de Deus, vamos imaginar que ali todo mundo é perfeito e maravilhoso. É preciso prudência nas escolhas, nas conversas e em tudo aquilo que fazemos.

O alicerce da prudência evangélica vem da simplicidade, ser simples como as pombas. O simples é aquele que é humilde, e esse é aquele que aprende, escuta e se coloca no seu lugar. O humilde é aquele que reconhece os seus erros; que escuta a Deus e deixa-se dirigir e guiar por Ele. O humilde é aquele que pede perdão e vive a reconciliação; é aquele que se deixa guiar por Deus nas direções na vida.  

Portanto, com humildade e prudência, Deus há de nos conduzir nas estradas da vida.

Deus abençoe você!  


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.