01 Mar 2022

Aprenda a valorizar as suas coisas cem vez mais

“Naquele tempo, Pedro começou a dizer a Jesus: ‘Eis que nós deixamos tudo e te seguimos’. Respondeu Jesus: ‘Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, receberá cem vezes mais agora, durante esta vida — casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições — e, no mundo futuro, a vida eterna” (Marcos 10,28-30).

Parece que estamos escutando o filho mais velho da parábola do filho pródigo que procura sempre “monetizar” — uma palavra muito atual —, monetizar a relação dele com o pai, aquela velha lógica da meritocracia: “Eu mereço!”, “Eu tenho direito, pois nós deixamos tudo para te seguir”, “O que nós vamos ganhar?”, a lógica de comercializar a relação com Deus. É triste quando o nosso coração se deixa corromper por isso.

E nós imaginamos que o que fazemos, que a nossa vida espiritual, por exemplo, seja realmente o nosso lado dessa comercialização entre nós e Deus. Não é isso! Tudo o que nós vivemos é graça de Deus, tudo o que nós recebemos é graça de Deus.

Olha, essa lógica pode se manifestar em muitos momentos da nossa vida e você vai detectar isso. Quando nos falta o chão da maturidade de fé, muitas vezes, nós dizemos no rosto de Deus: “Como você permitiu isso?”, “Por que comigo, Senhor?”; “Por que eu faço tanta coisa por você e você permitiu que acontecesse isso? Eu que rezo tanto, eu que faço as minhas novenas, eu que faço comunhão diária, eu que todos os dias escuto a homilia do padre, foi acontecer justamente comigo”. Então, entendemos que o nosso coração precisa sair dessa lógica, essa lógica da meritocracia, essa lógica de nos arrogar o direito de receber um favor de Deus.

A coisa boa é que Jesus não se escandaliza disso, isso é maravilhoso! Porque Jesus não se assusta com a nossa humanidade, mesmo quando nessa humanidade se revelam aspectos tão medíocres de nós. Pense na coisa mais absurda que você já teve na sua cabeça, que já passou na sua cabeça, nas suas ideias; nas coisas mais absurdas, Jesus amou a sua humanidade, Jesus amou essa miséria, Jesus amou a sua fraqueza.

Cristo nos dá cem vezes mais o amor pelas coisas simples da nossa vida

Jesus responde: “Aqueles que deixaram, vão receber cem vezes mais”, e aparece aqui o elenco das coisas, mostrando que o cristianismo não é um apego ao sacrifício doentio: deixar casa, irmão, irmãs, pai, mãe, campos. Mas abandonar tudo o que se ama ou quem se ama, não quer dizer desprezar. O “abandonar” aqui, o “deixar”, quer dizer que foi sublimado uma coisa diferente, você abriu mão de ter a presença dessas pessoas ou dessas realidades para estar na companhia de Cristo, mas essas coisas são boas.

Cristo nos devolve tudo isso com um gosto novo, por isso, Ele diz: “Vocês que deixaram tudo isso vão receber cem vezes mais”, ou seja, tudo o que nós deixamos vai ter agora um gosto novo, um sabor novo. Cristo nos dá cem vezes mais o amor pelas coisas simples da nossa vida, por tudo que faz parte da nossa vida.

Certamente, você que deixou algo por causa de Jesus, você vai amar ainda mais a sua família, você vai amar ainda mais os seus amigos, você vai amar ainda mais a riqueza da sua vida, porque, por causa de Jesus, aprendemos a dar valor as coisas cem vezes mais.

Não se pode viver no além, mas nós temos que viver no agora, por isso, Jesus diz: “Durante essa vida”. É agora que nós podemos já tocar nessa plenitude, mas um detalhe: com perseguições; a do interior é a pior delas, porque não podemos ser inimigos de nós mesmos, não podemos viver a vida com tanta rigidez. Um pouco de leveza para sermos mais felizes e fazer os outros felizes, vai muito bem. Então, deixemos que só a perseguição exterior aconteça. Que o nosso testemunho de Cristo possa nos ajudar nessa caminhada!

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.