24 Feb 2022

A vida eterna é a maior recompensa dos filhos de Deus

“Disse Jesus aos seus discípulos: Quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. E se alguém escandalizar um desses pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço” (Marcos 9,41-42).

“Um copo de água” e “um desses pequeninos”, duas realidades mínimas, dois mínimos que, por causa de Cristo, — o texto diz: no nome —, tornam-se proporcionalmente gigantes. A atitude: o gesto de dar um copo de água ou escandalizar um pequenino. “Porque sois de Cristo”, essa é a diferença. E “os pequeninos que creem em mim”, é interessante notar esse detalhe do texto, porque tudo está centralizado na pessoa de Jesus. A edificação de alguém através da prática do amor, da caridade; e o escândalo dado à fé de alguém, escândalo provocado contra a fé de alguém, que possa danificar a fé de alguém.

O copo de água pode estar muito perto de nós, o copo de água pode estar dentro de casa, pode estar no seu ambiente de trabalho, muito perto de você. Os pequeninos também podem estar dentro de casa. Antes, falava-se de expulsar demônios e agora se fala de um copo de água, que eu e nem você paga por ele, que foi um dom do Criador.

Vejam, no ministério, na vida com Deus, na vivência concreta daquilo que é a vida de Cristo, as coisas podem ser extraordinárias: expulsar demônios; mas as coisas podem ser muito simples, como oferecer um copo de água a quem tem sede. Então, isso demonstra para nós a beleza que é seguir Jesus, pessoas que serão capazes de fazer coisas maravilhosas no nome de Jesus, mas todos nós somos capazes de gestos, aparentemente, muito simples por causa do Reino de Deus.

Uma recompensa por um copo de água, dado por causa de Cristo, pode se tornar eterna

Um gesto mínimo, feito com amor, vai ter a sua recompensa. Uma recompensa por um copo de água, dado por causa de Cristo, pode se tornar eterna. Qual é a nossa recompensa? A nossa recompensa é a vida eterna! Veja, por causa de Cristo, um gesto, por mais simples que possa parecer, tem sabor de vida eterna, ele pode se tornar eterno. Então, não despreze aquilo que está ao seu alcance, mesmo que você não seja capaz de fazer grandes coisas, mas você pode fazer das pequeninas, grandes realidades.

O detalhe “no nome de Jesus”, no texto aparece essa realidade. No nome de Jesus, isso não circunscreve, não delimita a ação, pelo contrário, isso alarga ainda mais. Por que? Porque Cristo não é de domínio privado, Cristo não é propriedade privada, mas Ele tem o coração alargado para caber todos os filhos de Deus, todos os filhos amados de Deus. E os discípulos querem restringir, vimos no dia de ontem: “Nós o proibimos, porque ele não nos segue” (Marcos 9,38), e Jesus faz o movimento de alargar o coração.

O tropeço porque a palavra “escândalo” significa: pedra de tropeço; o tropeço pode começar dentro de nós, antes mesmo que aconteça um escândalo exterior, ele pode começar dentro de mim e de você. Então, vejamos aquelas atitudes, comportamentos e o modo de ser que não condiz com o Evangelho de nosso Senhor. Retiremos tudo isso; e sejamos instrumentos de edificação na vida dos nossos irmãos, quem sabe com um simples copo de água.

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.