12 Oct 2020

A imagem da Virgem Maria é para nós a indicação do Céu

“Sua mãe disse aos que estavam servindo: ‘Fazei o que ele vos disser!’” (João 2,5).

Viva a Mãe de Deus e nossa! Viva a Senhora Aparecida! Todo o povo brasileiro tem a graça de, no dia de hoje, celebrar a nossa Padroeira. A Virgem Mãe Aparecida, uma pequena imagem que foi encontrada em um rio.

Veja, uma imagem pequena e desprezada, primeiro, encontrou-se o corpo e, depois, a cabeça. Aquela imagem estava tão suja, jogada no fundo do rio, mas naquela imagem estava a graça. A primeira coisa que precisamos meditar: somos a imagem e a semelhança de Deus e não podemos desprezar essa imagem que somos, porque somos o símbolo vivo de que Deus está no meio de nós e que Ele faz bem todas as coisas.

À medida em que vamos denegrindo e desprezando essa imagem viva de Deus, que somos nós, desprezamos a nós e também a pessoa do próximo.

A imagem de escultura é uma imagem sagrada, não tenha aquela concepção protestante errada de que as imagens de escultura são idolatrias, porque a idolatria é proibida, é um pecado gravíssimo. A idolatria é ter ídolos; e os ídolos no Antigo Testamento foram feitos para serem colocados no lugar de Deus.

Volte-se, hoje, para a imagem da Virgem negra de Aparecida, recorra a Ela

As imagens não existem para estarem no lugar de Deus, elas existem para nos levarem até Deus, para nos mostrarem o caminho d’Ele. Como a imagem sagrada da serpente, lá no deserto, foi um sinal da cura de Deus, a imagem dos santos, a imagem da Virgem Maria são para nós a indicação do caminho do Céu.

É o próprio Deus quem manifesta isso no mundo inteiro, nas imagens milagrosas da Virgem Mãe: Lurdes, Fátima… Poderia citar centenas, mas, hoje, me volto para essa imagem negra, a cor do povo brasileiro na sua grande maioria, a imagem da Virgem Aparecida.

Começou para socorrer aqueles pescadores que sofreriam penalidades porque não conseguiam pescar, e Ela mesma apareceu para ser um sinal da pesca milagrosa que depois eles foram realizar.

O culto a essa imagem levou muitas almas para Deus e libertou muitas pessoas da escravidão do pecado. Começou naquela pequena vila de Guaratinguetá – SP e, depois, se espalhou pelo Brasil inteiro e por tantos lugares no mundo, porque na Virgem Mãe Aparecida está o maior santuário mariano do mundo, ali está o povo brasileiro com suas lágrimas, dores, com seus sofrimentos, mas com muitas ações de graça no coração por essa presença amorosa de Deus no meio de nós.

Volte-se, hoje, mais do que nunca, para a imagem da Virgem negra de Aparecida, recorra a Ela, ouça o que Ela está nos dizendo: “Fazei o que Ele vos disser!”. Porque as imagens sagradas não ocupam o lugar de Deus, pelo contrário, elas nos levam para o colo de Deus, para a proximidade d’Ele e resgatam em nós a imagem sagrada de que nós mesmos somos de Deus.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.