18 Feb 2020

A provação é própria da existência humana

Feliz o homem que suporta a provação, porque, uma vez provado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu àqueles que o amam. (Tg 1,12)

A provação é própria da existência humana, daquele que vive uma vida de verdade e passa por diversas provações. Até a criança, quando ainda pequena, para aprender a andar, passa pela provação de tentar ficar em pé, e cai e levanta, mas, uma hora, quanto mais ela tenta, ela supera a provação de cair e vai ficar de pé.

Nós, no entanto, estamos falando das provações que acompanham a nossa vida, as tantas dificuldades, as tantas coisas que nos provam até por dentro e por fora. Há aqui umas coisas que são importantes dizer, e a primeira delas é: por favor, não caiam na tentação de atribuir a Deus a tentação que nós passamos. Deus não tenta ninguém, o tentador não é Ele, mas o maligno. Deus não está tentando ninguém; cada um é tentado pelas suas próprias concupiscências, cada um é tentado pelos seus próprios desejos, cada um é tentado pelas suas próprias fraquezas. Eu estou cansado de ver as pessoas dizerem: “Ah, Deus me mandou essa provação!”. Ele não lhe mandou não, meu filho! O que Deus lhe mandou foi a graça, a bênção, a luz. O que Ele quer lhe mandar é a serenidade, a sobriedade para você lidar com essas situações.

Deus não lhe mandou uma provação. Ele lhe mandou foi a graça, a bênção

É obvio que há provações que somos nós que provocamos; outras, são as circunstâncias da vida. Mas é muito fácil jogar tudo na conta de Deus, dizer que foi tudo Ele. Outros dizem que foi Deus quem permitiu. Ele nos deu a liberdade de fazer escolhas, inclusive, a escolha de suportar ou não a tentação, a liberdade de dizer “eu não dou conta”, mas de recorrer a Ele ou não para podermos enfrentar as tribulações.

O que nós não podemos é cair, de forma nenhuma, nessa visão religiosa errada, deturpada, de atribuir a Deus até as coisas negativas que acontecem conosco – “Porque Deus está me provando, está me tentando”. Deus tem mais o que fazer! Ele cuida de nós, caminha ao nosso lado, mas a responsabilidade da vida e das escolhas humanas é nossa, é de cada um de nós.

Não vivamos a religião do erro, do engano, não vivamos a religião de atribuir a Deus o que é próprio do homem. Até o Homem Jesus foi atribulado, passou por muitas provações, venceu, porque estava em Deus. O Senhor que mandou aquelas provações? Não, Ele que aceitou vim ser homem.

Uma vez que você aceitou a vida, uma vez que você é dona da sua própria vida, seja dono e também responsável pelo o que você passa, pelo o que você sofre e pelo o que você enfrenta, mas não se esqueça: a graça de Deus não nos abandona quando nós confiamos n’Ele aconteça o que acontecer, e assumimos as responsabilidades diante do que nos é proposta nas circunstâncias da vida.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.