13 dez 2013

Você é convidado a estar mais próximo do Senhor

Nesse tempo do Advento, somos convidados a estar mais próximos do Senhor. Que nós não inventemos desculpas para segui-Lo.

“Veio João, que nem come e nem bebe, e dizem: ‘Ele está com um demônio’. Veio o Filho do Homem, que come e bebe e dizem: ‘É um comilão e beberrão, amigo de cobradores de impostos e de pecadores’” (Mt 11,18-19a). 

 

A geração da época de Jesus se comportou, muitas vezes, ou na maioria das vezes, numa total frieza ou indiferença com a mensagem do Evangelho. Não só foram frios ou indiferentes, como também, quando se sentiam questionados, perturbados ou inquietos com o Evangelho que os incomodava, arrumavam desculpas. Davam aquelas desculpas, as mais esfarrapadas possíveis [para não seguirem o Senhor]. 

Você se recorda de que primeiro veio João como precursor, como aquele que preparou os caminhos do Senhor, mas disseram: “Não! João, não! João está no meio de nós, mas ele não come, não bebe, deve estar endemoniado”. Mas aí veio o Filho do Homem, veio Jesus, que comia, bebia, sentava-se à mesa com os pecadores, cobradores de impostos, e diziam: “Tá vendo? É um comilão, um beberrão e ainda se assenta com pecadores!”

Enfim, meus irmãos, Jesus não agradou nem satisfez. Na verdade, aquelas pessoas  O ignoraram, se portaram com indiferença ou arrumaram desculpas para não seguir Jesus. 

Nesse tempo do Advento, somos convidados a estar mais próximos do Senhor. Que nós não inventemos desculpas, não nos comportemos com frieza ou indiferença para com Aquele que veio ser o nosso Salvador. 

Se Maria e José não encontraram lugar, para esse Menino nascer, é porque não havia portas abertas nos corações humanos. Hoje, as pessoas ainda continuam com pouco tempo para Deus. Não são todas as famílias que têm tempo para fazer a novena de Natal, não são poucas as pessoas que não têm tempo para se confessar, não são poucas as pessoas que estão com a vida muito corrida e não podem se preparar para celebrar dignamente o Natal do Senhor. 

É verdade que não lhes falta tempo para outras coisas: para as compras, para os enfeites, para as festas… A realidade é que nós arrumamos muitas desculpas para não deixarmos o Evangelho de Deus entrar em nós. 

Que nós não façamos parte da geração fria e indiferente, da geração que arruma muitas desculpas e rejeita o Senhor! 

Deus abençoe você!

 

Comentários