28 jan 2016

Usemos a misericórdia para medir o próximo

A misericórdia do Senhor está sempre à frente, porque Ele conhece nossas misérias, mazelas e fraquezas

“Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos” (Marcos 4, 24).

 

Amados irmãos e irmãs, a Palavra de Deus, que penetra nossos corações, chama bastante atenção para as medidas que usamos na vida. Sabemos que todos nós costumamos medir uns aos outros; gostamos de comparar, tachar, julgar e analisar.

Todos somos críticos e temos ponderações a fazer de tudo e todos. Aliás, existem pessoas que passam o dia todo medindo a vida dos outros. Não vou dizer que vivem fofocando ou falando mal, mas vivem na medição. Medem, comentam, analisam e criticam o comportamento do outro e o que ele fala.

É fácil falar da vida dos outros, o difícil é colocar-se no lugar dele e assumir sua vida. É muito simples olharmos com nosso olhar crítico, cheios de comentários, e não sermos capazes de nos colocar no lugar do outro.

Precisamos de uma justa medida sempre que formos falar da vida de alguém; e quem nos deu a justa medida foi o próprio Deus, pois Ele nos mede com Sua justiça e misericórdia.

A misericórdia do Senhor está sempre à frente, porque Ele conhece nossas misérias, mazelas e fraquezas. Por isso, Deus nos mede com uma misericórdia profunda e imensa! É pena que, mesmo sendo medidos com a misericórdia do Senhor, não sabemos medir uns aos outros da mesma forma. Somos muito duros e exigentes, o outro não pode errar conosco; mas nós podemos falhar, errar, ter nossas fraquezas e sempre dar desculpas para o que fazemos.

Permita-me dizer: precisamos aprender a ser justos de verdade, porque, muitas vezes, ao querer ser justos, somos muito justiceiros, queremos a justiça a todo preço, mas não somos capazes de fazer justiça com nós mesmos. Vamos olhar profundamente, verdadeiramente, perceber os erros que os outros cometem. Vamos também perceber que nós cometemos erros piores e maiores, mas não nos enxergamos, não percebemos nossas falhas; por esse motivo, cometemos falhas grosseiras.

Use a boa medida, use a misericórdia divina com o outro, pois é com ela que Deus nos medirá um dia!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira este livro de padre Roger Araújo


Comentários