08 dez 2016

Trilhemos os mesmos caminhos que Maria

Precisamos trilhar os caminhos de Maria, trilhar o caminho do céu e recuperar o paraíso perdido

“Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” (Lucas 1, 28).

Hoje, a Igreja nos dá a graça de celebrarmos a Imaculada Conceição de Maria, o jeito como ela foi concebida no coração de Deus e nos foi dada como dádiva e presente divino. Maria é o cumprimento das profecias do Antigo Testamento. No livro do Gênesis, vemos o diálogo entre Deus e a serpente, é Ele quem está dizendo: “Eis que a mulher esmagará a sua cabeça” (cf. Gênesis 3,15).

A mulher que esmaga a cabeça da serpente é toda cheia da graça divina. O que parece ser apenas um privilégio do Céu a respeito de Maria é, na verdade, uma grande responsabilidade. Maria tem a missão de resgatar o paraíso do princípio, aquele perdido pelos nossos primeiros pais. Se Eva foi a primeira mulher, se com seu ‘não’ a Deus e seu ‘sim’ ao pecado levou todo aquele paraíso a se perder, Adão foi aquele que colaborou com Eva no primeiro erro e pecado.

Maria é a nova Mulher, a nova Eva, é a colaboradora com Cristo na graça de redenção da humanidade. Seu sim foi imprescindível, necessário e essencial, não foi apenas uma resposta acidental. Entretanto, ela não começou naquele momento que o anjo a chamou. O ‘sim’ de Maria está desde o começo de sua concepção, ela foi preservada totalmente da mancha do pecado original; não só foi preservada, mas também correspondeu a essa graça, procurou viver toda a sua vida sem se contaminar, sem se manchar pelos pecados deste mundo. Pelo contrário, viveu na pureza e na graça original.

Precisamos trilhar os caminhos de Maria, trilhar o caminho do céu, recuperar o paraíso perdido; precisamos trilhar o caminho de uma vida nova. Não dá para termos uma vida nova trilhando os caminhos do pecado, das más inclinações que já carregamos dentro de nós, se não nos enveredarmos por outra estrada, outro caminho, que é a estrada da graça, da renovação e purificação dos nossos pecados.

Maria vai à nossa frente, vai conosco, dizendo-nos qual caminho nos traz a salvação. Ela nos aponta para Jesus, direciona-nos e nos faz entender que sem Ele não há salvação.

“Oh Maria, que a sua imaculada Conceição brilhe sobre nós, para que possamos também ser firmes, corajosos, combatentes ao mal e ao pecado, e possamos corresponder à graça da vida nova que o Senhor trouxe a todos nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários