02 fev 2017

Somos consagrados a Jesus

Precisamos deixar que Deus tome posse de nós, precisamos viver no mundo como consagrados a Ele

Porque meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel” (Lucas 2, 30-32).

Hoje, celebramos a Festa da Apresentação de Jesus no Templo. Passou-se quarenta dias do Natal, quarenta dias do nascimento de Jesus, e para se cumprir o ritual judaico, Maria levou seu filho para ser apresentado no templo, a fim de cumprir o ritual de purificação da mãe e da criança.

Talvez você pergunte: “Mas eles não eram puros?”. Sim, a Mãe era toda pura, sem pecado. Jesus, Aquele que nos purifica de todo mal, já era puro, mas era preciso cumprir a tradição judaica.

Ao mesmo tempo, a tradição judaica também diz que toda criança do sexo masculino, primogênito, deve ser consagrado ao Senhor. Por isso, Ele foi levado para ser consagrado.

Jesus é o primeiro consagrado, o consagrado por excelência, Ele é o ungido e consagrado do Pai, e todos nós somos consagrados a Ele no ritual do nosso batismo, somos ungidos com o óleo da unção.

A “unção” quer dizer consagração, entrega. Mas aqui não é mais todo primogênito do sexo masculino, porque todo homem, mulher e criança, todos nós somos consagrados ao Senhor.

Consagrado quer dizer “o sagrado que é entregue”. A primeira coisa a saber é que nos tornamos sagrados e propriedade de Deus, pertencemos a Ele.

Quando consagramos alguma coisa a alguém, a este alguém pertence aquilo que você consagrou. Uma vez que somos sagrados e marcados por Deus, pertencemos a Ele. Precisamos tomar posse disso, precisamos assumir essa realidade em nossa vida, assumir que pertencemos a Deus e não podemos viver no mundo como se fôssemos uma pessoa qualquer.

Somos consagrados, pertencemos ao Senhor, somos propriedades d’Ele! Eu sei que, quando falamos de consagração, lembramos dos consagrados por excelência. O padre é consagrado pela unção sacerdotal para ser sacerdote, os religiosos são consagrados pelos votos religiosos para viver a vida religiosa, mas a consagração na igreja abraça e abrange todos os batizados.

O batismo fez de nós pessoas consagradas a Deus, mas nos esquecemos e não tomamos propriedade disso. A cada dia, quando tomo consciência disso, eu retomo a minha relação com Ele, a minha pertença ao Senhor.

Quando alguém lhe perguntar: “A quem você pertence? Você é propriedade de quem?”. Não somos coisas para ser propriedade, mas temos Aquele a quem pertencemos, Aquele que nos criou. Somos de Deus, pertencemos a Ele!

Precisamos deixar que Deus tome posse de nós, precisamos viver no mundo como consagrados a Ele.

Que a luz de Deus brilhe, porque hoje é a festa da luz, por isso levamos velas à igreja. Que a luz divina da consagração brilhe sobre nós pelos nossos atos, atitudes, em tudo aquilo que fazemos.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários