14 mar 2017

Seja um verdadeiro servidor de Cristo

Quem se coloca para servir a Cristo põe-se, acima de tudo, para ser servidor dos irmãos

“O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado” (Mateus 23,11).

Hoje, Jesus está olhando as atitudes dos mestres da Lei e dos fariseus; eles tem autoridade para interpretar a lei de Moisés, e tal autoridade deve ser respeitada. Eles estudaram, tornaram-se conhecedores; o que ensinavam estava certo, mas o que faziam não! Por isso, Jesus está dizendo: “Fazei o que eles ensinam”. A Lei de Moisés, a Palavra de Deus não foi mudada, mas não faça o que eles fazem.

O que é pior na prática de alguém? É a pessoa não fazer aquilo que ensina! É o pior modelo que podemos ter de algum mestre, de alguém que ensina algo para o outro.

Você vai a uma autoescola para alguém o ensinar a dirigir; a pessoa lhe ensina tudo, mas não pratica nada daquilo que faz. Ela o ensina a colocar o cinto de segurança, mas ela não coloca; ensina a respeitar os sinais, mas ela não respeita. Esse é um falso mestre, é um mestre que o ensinou o que é correto: a colocar o cinto, a observar as leis de trânsito, mas a prática dele não deve ser seguida.

Isso serve para a nossa própria vida. Precisamos aprender justamente isso: eu preciso ser modelo para os outros não por aquilo que falo, mas, em primeiro lugar, por aquilo que vivo.

O que houve de erro da parte deles [mestres da Lei e fariseus] é que se detiveram simplesmente em querer ter muito conhecimento e ensinar demais aos outros, mas pouco a vida. Tenhamos muito mais vida do que teoria, tenhamos muito mais práticas do que simplesmente ensinamentos ditos.

“Quem dentre vós deseja ser maior, que seja aquele que serve”. No serviço, no dedicar-se ao cuidado do outro está o segredo da vida. Quem se faz servidor do outro não é elevado pelo sentimento de grandeza, de engrandecimento, de sentir-se melhor e maior. Pelo contrário, procure seguir o exemplo do Mestre Jesus, que se humilhou para ser um de nós e como nós.

Sabe, entre nós não podemos valorizar os títulos, os conhecimentos, a importância que a pessoa tem. Entre nós precisamos valorizar a simplicidade de vida, o sentido do serviço, o cuidar do outro, aplicar-se no outro.

Às vezes, eu fico preocupado, porque, na igreja, o que mais falta são servidores. Há muitas pessoas que têm vanglórias de fazer parte deste e daquele outro movimento da igreja, é valorizado somente pelos títulos de importância: “o líder, o coordenador”. Louvado seja Deus pelo líder e pelo coordenador, que é servo, mas maldito seja aquele que usa do título para se sobressair, para sentir-se melhor e mais importante do que os outros. Esse não entendeu nada do Evangelho, não entendeu nada de Cristo!

Quem se coloca para servir a Cristo se põe, acima de tudo, para ser servidor dos irmãos distribuindo folhetos, lavando a igreja, cuidando do próximo, dos doentes e necessitados, fazendo sobretudo aquele serviço que muitos não reconhecem, mas é um verdadeiro servidor de Cristo!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

42%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários