25 ago 2015

Que sejamos justos, misericordiosos e fiéis

Que sejamos justos, misericordiosos e fiéis para viver bem a Lei de Deus. O fogo do amor do coração de Deus arde em nós para queimar todo ar de hipocrisia e aparência que carregamos em nós!

“E deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo” (Mateus 23, 23).

Jesus hoje chama a atenção para a hipocrisia dos fariseus e dos mestres da Lei. Isso porque eles entendem muito bem da Lei de Deus, entendem muito bem da prática da Lei de Deus, inclusive como cobrar os outros como devem vivê-la. Para isso eles têm práticas religiosas de como pagar o dízimo, ocupam os primeiros lugares nas sinagogas, têm sempre destaque, são elogiados e assim por diante. Contudo, eles deixam de lado os ensinamentos mais importantes da Lei de Deus.

E o próprio Senhor nos diz quais são os ensinamentos mais importantes da Sua Lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Primeiro ser justos. Ser justos uns com os outros é uma necessidade, ser justos com Deus, viver na retidão de vida é a primeira necessidade que temos na prática e na vivência da Lei de Deus.

A segunda coisa ensinada por Jesus é ser misericordiosos com o nosso próximo. Deus é tão misericordioso conosco e nós, muitas vezes, tratamos o outro com a rispidez e a dureza da lei da cobrança. Como os fariseus eram duros ao julgar os outros! Nós não podemos cometer a mesma hipocrisia, porque Deus nos conhece do jeito que somos e cuida de nós e perdoa as nossas faltas, mas nós, muitas vezes, deixamos de lado a misericórdia.

Não podemos deixar de lado a fidelidade; nem deixar de ser fiéis com Deus e de nos esforçar para colocar em prática os mandamentos de Deus, assim como não devemos ir atrás de outras coisas que não são do Senhor. Nós não podemos ser “guias cegos”, como, muitas vezes, foram os mestres da Lei de Deus e os fariseus, porque eles queriam ensinar os outros a viver aquilo que eles não viviam.

Deus não condena a nossa miséria nem a nossa fraqueza; Ele tem misericórdia, piedade, compaixão da miséria e fraqueza de cada um de nós. No entanto, nós não podemos ser hipócritas, achar que somos uma coisa sem o ser de fato, falar de uma coisa sem convicção e não nos esforçar para viver aquilo que pregamos aos demais e dizemos acreditar.

Vencer a hipocrisia é a condição essencial para que permaneçamos unidos a Jesus e para que sejamos depurados por Seu amor. O fogo do amor do coração de Deus arde em nós para queimar todo ar de hipocrisia e aparência que, muitas vezes, carregamos em nós!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários