11 jun 2014

Precisamos de apóstolos ousados e cheios do Espírito Santo!

Precisamos de muita ousadia, intrepidez e coragem para testemunhar Jesus Cristo onde nós estamos. Que Deus faça de mim e de você apóstolos ousados, cheios de fé e do Espírito Santo, como foi Barnabé

“Quando Barnabé chegou e viu a graça que Deus havia concedido, ficou muito alegre e exortou a todos para que permanecessem fiéis ao Senhor, com firmeza de coração” (Atos dos Apóstolos 11, 23).

 

Nós hoje celebramos a festa do apóstolo São Barnabé, que foi companheiro de São Paulo em algumas de suas viagens apostólicas, sobretudo quando este precisou pregar o Evangelho em Antioquia e quando tomou parte também do Concílio de Jerusalém. Barnabé foi seu grande companheiro.

E quem foi Barnabé? O que a Palavra de Deus nos diz sobre ele é que era um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé e que, por causa de suas palavras, do seu ardor e de sua intrepidez, uma grande multidão aderiu ao Senhor.

Nós, hoje, queremos olhar para as virtudes de Barnabé, esse apóstolo do Senhor, e pedir que o Espírito Santo nos dê esses dons, para que nos dias de hoje possamos também anunciar o Senhor por meio do Evangelho, para que possamos nos dias de hoje fazer a graça de Deus acontecer onde quer que nós estejamos. Primeiro: que sejamos bons, que a bondade resplandeça em nossa vida, e que tudo aquilo que há de ruim e de maldade que temos em nosso comportamento e em nosso modo de agir, que o Espírito Santo lance para longe de nós.

Que sejamos homens e mulheres cheios de fé e cheios do Espírito Santo! Sim, cheios de fé e cheios do Espírito Santo. Primeiro, porque precisamos dessa plenitude do Espírito, porque, uma vez que somos plenos do Espírito, é Ele quem nos dá o dom da fé; não é fé só de acreditar em Deus não! É a fé de ter a certeza de que os prodígios de Deus agem e acontecem entre nós.

Por isso, Barnabé era um homem intrépido e ousado no anúncio do Evangelho, não foi um homem que se entregou às dificuldades, não teve medo nem receio de não ser aceito, de não ser amado ou das coisas não darem certo. Muito pelo contrário, não é que ele era orgulhoso, autossuficiente, confiante demais em si mesmo – nem uma coisa nem outra – não era arrogante, era humilde, mas sabia quem era Jesus Cristo, de quem se fez discípulo e seguidor, e porque acreditava, porque sabia quem era Jesus, que ele não estava sozinho e que o Espírito do Senhor estava com ele, é que Barnabé foi ousado e corajoso para anunciar o Evangelho.

Meus irmãos, nós precisamos muito nos dias de hoje de muita ousadia, muita intrepidez, muita coragem para testemunhar Jesus Cristo onde nós estamos, no trabalho e onde muitas pessoas não creem; muitas vezes, algumas até zombam de nossa fé. É preciso testemunhar Jesus dentro e fora da igreja! A Igreja precisa de pessoas testemunhando, anunciando e o mundo precisa de pessoas ousadas para anunciar o Evangelho de Cristo em todos os lados.

Que Deus faça de mim e de você apóstolos ousados, cheios de fé e do Espírito Santo, como foi Barnabé.

Que Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Outubro

46%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários