16 fev 2016

Orações não são apenas palavras ditas

Orações não são apenas palavras ditas, mas comprometimento com aquilo que falamos com Deus

“Se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará” (Mt 6,14).

No caminho quaresmal ou no caminho da nossa vida rumo à eternidade, algumas etapas precisam ser percorridas e vividas com muita intensidade. O caminho da oração vai estar sempre à nossa frente. Eu preciso dizer a você, com toda sinceridade, que rezar não é tão simples, não é tão fácil.

Todos nós queremos e sabemos que precisamos da oração para cultivar nossa relação com Deus. Às vezes, acostumamo-nos com a oração decorada, com a oração que está escrita em um papel ou assim por diante. É uma forma, sim, de rezar, de falar com Deus, mas como nós precisamos crescer na nossa forma de relacionarmos com Deus!

Precisamos sair das formalidades para entrarmos na relação íntima e pessoal com Deus. Primeira coisa é chamá-Lo de Pai, tratá-Lo como tal, tê-Lo como Pai, relacionar-se com Ele dessa forma. Quem tem pai ou a ausência dele, sabe a importância que ele tem, e Deus é Pai.

Às vezes, vejo tantas orações dirigidas a santos, feitas para atender essa ou aquela particularidade da vida! Mas oração, assim como Jesus nos ensinou, é aquela que, em primeiro lugar, nos coloca em comunhão com o Pai, que nos leva a chamar Deus de nosso Pai e invocarmos Sua presença no meio de nós, construir o Seu reino no meio de nós.

A oração é exigente, porque oração compromete a vida e o coração. Oração é pedido, é súplica, “que venha o vosso reino, que seja feita a vossa vontade”, que o Teu nome seja santificado. Oração é colocar as nossas necessidades ao Senhor, para que Ele nos dê o pão de cada dia. Oração é perdão e cura do coração, oração é pedido de perdão: “Perdoa, Senhor, as nossas ofensas”; é também disposição de perdoar, “assim como nós perdoamos, Senhor, a quem nos tem ofendido”.

Desculpe-me, mas se eu não perdoar de todo coração quem me ofendeu, quem me machucou, não vou alcançar o perdão e a misericórdia de Deus. Então, oração não é apenas uma palavra dita, mas comprometimento com aquilo que nós oramos, com aquilo que falamos com Deus. “Meu pai, não nos deixe sucumbir à tentação, elas nos acompanharão por toda a vida, mas o que vai nos ajudar a permanecer firmes na fé, em pé, é a graça de Deus buscada na oração.

Deus abençoe você!

Veja a reflexão da Quaresma para o dia de Hoje:

 

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do Padre Roger


Comentários