26 maio 2017

O nosso conforto é a alegria que vem do coração de Deus

Que essa alegria tome conta de cada um de nós, que ela seja o combustível que move nossa vida a cada dia 

Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria” (João 16,22).

Jesus continua nessa oração, nesse ensinamento que consiste a Sua partida deste mundo. Ele está falando diretamente aos Seus discípulos. É um Pai que está falando com Seus filhos; um Mestre que está falando com Seus seguidores. Jesus sabe que a ausência d’Ele causará uma certa tristeza momentânea, e é assim que acontece conosco quando alguém querido e importante para nós fica enfermo, e logo se atenta à possibilidade de essa pessoa partir do meio de nós.

Ninguém gosta de pensar que pessoas queridas sairão do nosso meio, mas é uma verdade que não podemos ignorar, fazer de conta que não existe. Na verdade, não são apenas as pessoas queridas, pois cada um de nós teremos o momento da nossa partida. É mais do que compreensível que o coração sinta a dor daquele que parte, por mais que a realidade espiritual nos console, motive-nos e nos fortaleça, sentimos uma certa tristeza. É importante que toda e qualquer tristeza seja momentânea, pois nenhum de nós, discípulos de Jesus, pode ter tristezas eternas. A única tristeza eterna, que dura e permanece, é a tristeza de não ser de Deus, é a tristeza de viver longe d’Ele.

É bonito até o que Jesus fala, dando o exemplo da mulher grávida quando ela está para dar à luz. É aquela dor momentânea que ela sente quando o filho sai dela, quando está no parto para ter o filho, mas aquela dor, por maior que seja, é momentânea. Quando vem a alegria da criança nasce, e a mãe até se esquece da dor que teve.

Assim é nossa vida, temos tribulações, passamos por necessidades e sofrimentos, mas é uma proporção ínfima, pequena diante da alegria que nos espera de sermos gerados para a eternidade. Por isso, a Palavra de Deus, no meio de nós, é um consolo em primeiro lugar, consolo para nossa alma, para nosso coração, para as tristezas e aflições que, muitas vezes, visitam-nos, mas ela é também para nós um exorcismo para que exorcizemos, retiremos e sepultemos tantas tristezas que se apossaram da nossa alma e do nosso coração.

Não temos o direito de viver na tristeza nem de acumular tristezas. Podemos passar por momentos de tristeza, mas a alegria que vem do coração de Deus, não só consola, mas quebra, afugenta e manda para longe de nós tudo aquilo que nos causa tristeza nessa vida.

Ainda que tenhamos dores que doam demais, que machuquem demais o nosso coração, o nosso consolo, o nosso conforto é a alegria que vem do coração de Deus. Que essa alegria tome conta de cada um de nós, que ela seja o combustível que move a cada dia nossos atos, atitudes e a nossa vida!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários