14 set 2016

O Crucificado nos liberta de toda maldição

O Crucificado nos eleva para o lugar mais alto que podemos ir: o Céu!

“Pois Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna” (João 3,16).

No dia de hoje, temos a graça e a alegria de celebrar a Exaltação da Santa Cruz! É uma bênção e uma graça a exaltarmos!

A cruz era a coisa mais humilhante que podia existir para um ser humano na face da Terra. Era símbolo de maldição, da maior humilhação que uma pessoa poderia sofrer. Nela, estavam os maiores pecadores e criminosos, que recebiam como pena de morte a crucificação.

O Livro do Deuteronômio diz: “Maldito seja aquele que for pregado no madeiro”. Jesus, Nosso Senhor e Salvador, morreu na cruz. Ele é o inocente que morre pelos pecadores, o justo que morre pelos injustos, o bendito que morre para tirar toda a maldição da Terra.

Bendito seja o Santo Lenho da Cruz, que recebeu o corpo de Nosso Senhor Jesus! Bendito seja o Sangue de Jesus, derramado na cruz para a nossa salvação! Bendita seja a Santa Cruz, digna de receber o corpo de Nosso Senhor e Salvador!

Fazemos festa, porque aquilo que parecia derrota ou o fim de Jesus foi, na verdade, a Sua grande vitória. Ele foi obediente até a morte, e morte de cruz. Ainda repito aquilo que disse São Paulo: “Pregamos Cristo crucificado. Para alguns é escândalo, para outros é loucura; mas, para nós, Cristo crucificado é o poder de Deus” (cf. I Coríntios 1,23-24).

Temos de amar a Cruz, amar o Cristo pregado nela! É no Cristo crucificado que somos resgatados, salvos e libertos de toda a maldição, impureza e ação diabólica que ronda este mundo em que vivemos.

Se existe um lugar onde o demônio foi vencido, foi na cruz de Cristo. A cruz que carregamos no peito, que temos no nosso carro, em nossas igrejas, que está no cemitério, é o símbolo da nossa fé. A cruz que não pode faltar em nossas casas! Porém, não é cruz de decoração, de ornamentação, porque ela é feita para isso. A cruz é símbolo, no sentido mais sagrado da palavra, é um sacramental que representa, justamente, o poder sagrado do Cristo que nos liberta do poder da morte, do pecado e de toda a escravidão. A cruz é símbolo dos libertos, dos salvos e redimidos.

Quando passarmos por momentos difíceis, por grandes tribulações e tentações, quando a angústia falar muito alto em nossa alma, quando não soubermos que caminho tomar, quando acharmos que o nosso sofrimento é insuportável, quando acharmos que não temos mais o caminho a seguir, olhemos para o Cristo crucificado e não tiremos o olhar d’Ele. Jesus nos ensina a sermos humildes, a humilharmos, muitas vezes, a nossa carne, o nosso orgulho e a nossa soberba.

O Cristo crucificado nos coloca no lugar que devemos estar, na mais perfeita humildade.  Ele nos eleva para o lugar mais alto que podemos ir: o Céu!

Adoremos e glorifiquemos o Cristo pregado na cruz! Adoremos e glorifiquemos a cruz sagrada, porque ela é a nossa salvação!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

42%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários