27 out 2015

Nosso sofrimento nos une a Cristo

O sofrimento nos coloca mais perto de Deus e do Céu; o sofrimento nos une a Cristo crucificado, que deu Sua vida para a remissão dos pecados de muitas pessoas

 “Eu entendo que os sofrimentos do tempo presente nem merecem ser comparados com a glória que deve ser revelada em nós” (Romanos 8, 18).

São Paulo nos imerge na fé e na esperança do Reino definitivo sem nos tirar os pés do chão e da realidade do mundo em que vivemos. Não podemos negar que muitos são os sofrimentos do tempo presente, da vida momentânea que levamos; ao contrário, são diversos e, às vezes, em um grau de intensidade enorme.

Quantas dores, quantas situações de lamúria nós passamos! Há pessoas que parecem sofrer a vida inteira por situações que lhes causam dor e as deixam sem ânimo, sem perspectiva e esperança. A dor é demais; dói no físico, no corpo, na alma e no espírito.

Olhando de forma proporcional, a Palavra de Deus está nos dizendo que não há como compararmos os sofrimentos do tempo presente com a glória divina, com aquilo que o Senhor nos prepara. De fato, o prêmio, o presente eterno que Ele preparou para os justos é algo incalculável. Os olhos humanos não são capazes de ver nem a mentalidade humana de compreender a excelência que o amor do Pai preparou para os Seus eleitos amados, escolhidos e perseverantes no Seu Reino.

O sofrimento bem vivido produz santidade. Nenhum sentimento é perdido quando vivido na intensidade do Reino de Deus. Em reparação aos nossos pecados e os da humanidade, em oferecimento por todos os que sofrem como nós ou mais do que nós, não podemos desperdiçar os sofrimentos nem os transformar em um inferno para nossa alma e nosso coração.

O sofrimento nos coloca mais perto de Deus e do céu; ele nos une a Cristo crucificado, que deu Sua vida para a remissão dos pecados de muitos!

Todo sofrimento vivido em Deus é redentor, é salvífico e purifica a alma. Ninguém precisa procurar sofrimento, pois eles já existem, vêm nesta ou naquela circunstância. Uma hora sofremos menos outra mais, mas há pessoas, não podemos negar, que parecem passar a vida toda sofrendo com perdas, com situações complicadas e difíceis.

O mais belo é ver a pessoa passar pelo sofrimento e sorrir, porque se sente mais perto de Deus. É lamentável quem sofre e só encontra no sofrimento razão para murmurar e reclamar. O sofrimento nos salva se vivido com dignidade. A murmuração, a reclamação e o azedume nos afastam até do consolo divino.

Que Deus nos dê dignidade para sabermos superar os sofrimentos de cada dia!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

53%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários