23 nov 2013

Não podemos perder aquilo que Deus preparou para quem O ama

Não podemos ficar de fora dessa festa, não podemos perder aquilo que Deus preparou para quem O ama. Que, pela nossa vida, nós possamos participar da vida futura.

“Nesta vida, os homens e as mulheres casam-se, mas os que forem julgados dignos da ressurreição dos mortos e de participar da vida futura, nem eles se casam nem elas se dão em casamento; e já não poderão morrer, pois serão iguais aos anjos, serão filhos de Deus, porque ressuscitaram” (Lc 20,34-36). 

Meus queridos irmãos e irmãs, vivemos a alegria de celebrar o amor misericordioso de Deus para conosco. Este mês de novembro, lembremo-nos da saudade dos nossos que já partiram e também de que é este o futuro que aguarda todos nós: a vida junto do Senhor na eternidade. 

Deus não quer que fiquemos na ignorância a respeito da nossa vida futura. Na outra vida, não teremos almas que ficarão na penumbra nem almas penadas ou qualquer coisa parecida que venha da nossa fantasia. O nosso Deus é o Deus da vida, e aqueles que morrem n’Ele vivem eternamente na Sua presença. Mas qual é a condição daqueles que vivem na presença do Senhor, que participam da eternidade junto d’Ele para sempre? É serem semelhantes aos anjos, terem uma vida plena. 

Alguém me perguntou esses dias: “Padre, lá na outra vida, eu vou me lembrar de quem eu sou e vou me lembrar de quem eram as outras pessoas? Claro que sim! Quem vai para o Céu somos nós, a nossa pessoa, a nossa personalidade. Algumas pessoas, por doenças degenerativas ou outros problemas emocionais, perdem a consciência, a memória aqui na Terra, mas não no Céu! 

No Céu, nós seremos plenos, e plenitude significa superação de toda imperfeição. Quem morre criança assume sua plenitude no Céu. Quem morre adulto, debilitado, já com idade avançada, no Céu é plenificado. 

Óbvio que não podemos pensar em coisas futuras com cálculos humanos, com a mentalidade humana. O que Deus preparou para nós é inexplicável, de tão bondoso e maravilhoso que é o que Ele preparou para aqueles que O amam na vida futura. A verdade é uma só: ‘Nós ressuscitaremos com o Senhor e seremos semelhantes a Ele’. 

Nosso corpo pode ser todo dilacerado, mas, na ressurreição, teremos um corpo glorioso. Tudo aquilo que lembra a imperfeição e o limite humano, na eternidade, junto de Deus, experimentará a plenitude. 

Quero apenas lembrar a você que não podemos ficar de fora dessa festa, não podemos perder aquilo que Deus preparou para quem O ama. Que, pela nossa vida, nós possamos participar da vida futura. Que nós nos esforcemos, aqui na Terra, sem nos esquecermos de buscar as coisas do Alto, mas é de lá que Ele nos espera para a morada eterna. 

Que Deus abençoe você!

Comentários