17 jul 2015

Na misericórdia de Deus está a cura para as nossas fraquezas

Na misericórdia de Deus está a cura para as nossas fraquezas. O mais importante é acolher as pessoas, amá-las e lhes mostrar o caminho.

“Quero a misericórdia e não o sacrifício” (Mateus 12, 7).

 

A Palavra de Deus, que vem hoje ao nosso coração, apresenta Jesus em questão com pessoas de Sua época que questionavam muitos pontos da Lei de Deus e da vivência dela para o povo. Jesus não negligencia a Lei, nem a despreza; contudo, para Ele, ela está a serviço da vida e do homem e este não deve ser escravo dela [a Lei].

Por isso, para Jesus, a pessoa humana é mais importante do que todas as leis, do que todos os mandamentos e do que todos os dogmas. Tudo aquilo que sabemos de preceitos, tudo aquilo que conhecemos da doutrina da Igreja não é para que nos tornemos escravos; pelo contrário, é para que nos tornemos cada vez mais servos de Deus.

Por isso, meus irmãos, o mais importante não é julgar, não é condenar, nem deixar as pessoas deprimidas e reprimidas porque elas não vivem de acordo com a vontade de Deus. O mais importante é as acolher, é amá-las e lhes mostrar o caminho. As pessoas se tornam dóceis à vontade de Deus quando são acolhidas com amor e misericórdia!

Pode ser que nós caiamos e que tenhamos nossas fraquezas. A misericórdia de Deus é o bálsamo para todas as fraquezas humanas. A misericórdia de Deus é o remédio mais salutar e mais divino para poder impulsionar a nossa natureza humana a se recuperar.

Deus não veio para nos condenar, e sim para nos salvar! Quem também se torna um discípulo de Jesus Cristo deve ser um canal da misericórdia de Deus para com as pessoas, os pobres e os pecadores (dos quais todos nós fazemos parte). Como a nossa natureza pecadora precisa da misericórdia divina e do acolhimento do coração de Deus para se curar e se libertar!

Misericórdia não significa aceitar tudo, concordar com tudo, mas sim que há jeito, há salvação, que a condenação não manda no Reino de Deus. E também sinaliza que este é para salvar e redimir a quem cai, a quem está prostrado, a quem está desanimado, a quem não consegue, muitas vezes, encontrar o caminho e o sentido para sua vida.

A casa de Deus e os homens e as mulheres que são de Deus não apresentam para o mundo a seta da condenação, mas sim a seta para o coração misericordioso de Jesus!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários