29 mar 2017

Jesus é nosso único Salvador

Nossa vida só está plenamente em Deus quando nos abrimos para escutá-Lo e acolhê-Lo como nosso Senhor e Salvador

Em verdade, em verdade vos digo, quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou possui a vida eterna. Não será condenado, pois já passou da morte para a vida(João 5,24).

Veja a primeira coisa: “Em verdade vos digo, aquele que ouve a minha palavra”. A salvação começa nos ouvidos, e aqui não são apenas os ouvidos físicos,  mas o ouvido que vai à mente e ao coração, porque a salvação entra em nós pelos ouvidos.

O contrário também é verdadeiro: a perdição, o que é errado entra pelos ouvidos e desce para o coração, para a cabeça, e vai para o corpo inteiro. O que deixamos entrar pelos nossos ouvidos restaura o que está perdido dentro de nós.

Abramos nossos ouvidos, todos os dias, sobretudo os ouvidos do coração, do nosso interior, para escutarmos Jesus, para que Ele nos fale, para que Sua Palavra entre em nós. A Palavra d’Ele precisa entrar em nós para nos restaurar, curar e libertar-nos, porque quem ouve Sua Palavra e crê que Ele é o enviado de Deus possui a vida no sentido mais pleno da palavra, ou seja, possui a vida eterna.

Não fiquemos pensando que a vida eterna só acontece depois que morremos ou que vamos para o Céu. Não! Ela começa agora, pois vida eterna é viver a vida em Deus. Nossa vida só está plenamente no Senhor quando nos abrimos para escutá-Lo e acolhê-Lo como nosso Salvador! Temos de crer n’Ele e, uma vez que O escutarmos, agirmos como disse São Paulo aos Romanos: “Agora, eu professo com a minha boca que creio em Jesus!”.

Não fique mudo, meu irmão; não fique muda, minha querida irmã! Proclame, diga para você mesmo todos os dias: “Jesus é o meu Senhor! Jesus é o meu Salvador! Eu creio n’Ele, prostro-me na presença d’Ele! Eu O assumo como meu único Senhor e Salvador!”.

Não fique naquela posição passiva: “É bonito!”. Não! Aquilo que os seus ouvidos escutam você responde também com a boca. Que seus lábios proclamem a Palavra na sua casa, que você a proclame aos outros. Não precisa ter fanatismo, não precisa ficar pregando, mas que você proclame, a fim de que as pessoas saibam que você crê em Jesus.

É preciso dizer que não é só carregando um tau ou uma cruz no pescoço, tendo uma cruz em casa, que proclamamos o Senhor. Isso é um sinal. É preciso também que a boca professe aquilo que os ouvidos ouviram e que nós cremos. É preciso que nós digamos aos outros aquilo que muitos dos judeus, sobretudo os chefes deles, não assumiram: “O Senhor é o Salvador de nossa vida”.

No dia de hoje, mesmo aqueles tantos que foram batizados, que professam a fé cristã, não assumem, em sua vida, que creem em Jesus como seu Salvador. Aliás, estão buscando salvação em outras coisas, estão buscando salvação naquilo que não salva, que leva as pessoas a se perderem, porque o único que nos salva é Jesus!

Quando assumimos Jesus como Salvador, neste momento, saímos da morte, os elementos da morte que estão dentro de nós vão embora, porque Jesus assume o comando. E quando Ele está no comando, leva-nos à vida, e a vida d’Ele está em nós.

Eu creio e professo que Jesus é o meu Senhor e Salvador!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários