17 dez 2013

Jesus conhece a fragilidade da nossa natureza

O Senhor veio para resgatar a nossa humanidade. Ele veio ser um de nós, assumir o que nós somos, porque Ele conhece a fragilidade da nossa natureza.

“Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo” (Mt 1,16). 

 

Meus amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, nós estamos a uma semana da celebração do Natal de Jesus. 

A Igreja nos dá a graça de celebrarmos, na Liturgia, uma etapa especial deste tempo do Advento: é a etapa que nos prepara de forma mais próxima ao Natal do Senhor. Por isso, os relatos desta semana – presentes nos Evangelhos – nos apontam, através de diversos caminhos, o meio pelo qual Jesus chegou até nós. 

E hoje nós ouvimos de Mateus as gerações: as catorze gerações até Davi, e depois mais catorze gerações até o exílio na Babilônia, e do exílio na Babilônia até Cristo mais catorze gerações, até que o Senhor nascesse e viesse até nós. 

O que nos aponta este Evangelho, no qual escutamos nomes diferentes (nomes até estranhos para nós) dos antepassados de Jesus, das gerações que antecederam a vinda de Jesus até nós? Primeira coisa: que Jesus é plenamente homem. Ele realmente veio “para a” humanidade “de uma” humanidade. Jesus teve um passado como nós, Ele teve antepassados como qualquer um de nós. 

E não pense que os antepassados de Cristo foram todos santos e imaculados. Ainda que a Mãe d’Ele, da qual Ele diretamente nasceu, tenha sido preservada da mancha do pecado original em vista de Jesus, nós vamos encontrar todas as outras fraquezas naqueles que foram os antecessores, ou melhor dizendo, naqueles que foram a geração anterior a Cristo. Olhe o exemplo do próprio Davi, que adulterou! Olhe que nestas gerações anteriores têm prostitutas… Naqueles que antecederam o Senhor estão homens e mulheres que foram pecadores. 

E aí nós entendemos que o Senhor veio para resgatar a nossa humanidade. Ele veio ser um de nós, assumir o que nós somos, porque Ele conhece a fragilidade da nossa natureza. O Senhor nos conhece do jeito que somos, e é por isso que Ele veio resgatar aquilo que somos. 

Algumas vezes nós temos vergonha dos nossos antepassados, algumas vezes os nossos antepassados foram “isso” ou “aquilo”… O Senhor cura. O Senhor salva. O Senhor liberta. A começar das nossas gerações anteriores. 

O Senhor assume a nossa humanidade plenamente, para que ela seja salva e liberta pela Sua presença no meio de nós. Por isso, hoje, nós acolhemos Jesus, o Filho de Maria, da descendência humana de José, para que Ele venha também morar no meio de nós e possa curar e salvar a nossa humanidade. 

Deus abençoe você!

 

Comentários