23 Dec 2013

É no louvor que está a nossa salvação

É no louvor que está a nossa salvação, é no louvor que está a nossa restauração, a nossa cura e a nossa libertação!

”Zacarias pediu uma ta­bui­nha, e escreveu: ‘João é o seu nome’. No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou e ele começou a louvar a Deus” (Lc 1, 63-64).

 

O mesmo Zacarias, que ficou mudo, que duvidou e colocou dificuldades, porque viu empecilhos para a realização da obra de Deus, é o mesmo Zacarias que é tocado pelo Senhor e vê a promessa d’Ele se cumprir em sua vida com o nascimento do seu filho. É o mesmo que solta e que rompe a sua língua. Começa a louvar, a glorificar e a bendizer o nome do Senhor, o nosso Deus que fez maravilhas, prodígios e portentos no meio de nós.

Aquele que contempla a ação de Deus, aquele que, mesmo sofrendo, reconhece a ação do Senhor no meio de nós, vence a esterilidade espiritual, vence o medo, o temor e o receio pela força do louvor, exaltando, bendizendo, adorando e glorificando Aquele que é o Senhor nosso Deus.

No primeiro instante da visita de Deus a Zacarias, se este, em vez de questionar e duvidar, tivesse louvado o Senhor a mudez não teria se apoderado dele.

Meus irmãos, nós somos, muitas vezes, deficientes na fé porque em vez de assumirmos a força do louvor, da ação de graças, a força de bendizer o nome do Senhor, nós preferimos ir pelo caminho da murmuração, da reclamação, do temor, do receio, do medo e da desconfiança. Nós não sabemos aquilo que Deus é capaz de fazer por nós quando nós assumimos a força do louvor, quando levantamos nossas mãos para o céu e começamos a louvar, a glorificar e a bendizer o Senhor nosso Deus.

É no louvor que está a nossa salvação, é no louvor que está a nossa restauração, a nossa cura e a nossa libertação! E à medida que nós deixamos o louvor para reclamar, para maldizer, para falar mal do outro e  para tomar o caminho errado, a nossa vida vai se tornando mais penosa, depressiva, para baixo, porque um espírito negativo também se apodera de nós.

Se nós fizermos como Zacarias, que naquele momento entendeu a graça de Deus na sua vida, se nós assumirmos o louvor como nossa expressão de gratidão a Deus, as correntes romper-se-ão, as correntes quebrar-se-ão e a libertação de Deus acontecerá.

Louve a Deus, glorifique-O, exalte-O, bendiga o nome do Senhor! Exalte para sempre Aquele, que, no meio de nós, realiza grandes maravilhas, porque grande e poderoso é o Seu nome.

 Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Novembro

70%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.