25 jun 2013

Devemos zelar pelas coisas santas do Senhor

Devemos zelar pelas coisas santas do Senhor, ter discernimento para sabermos a hora, o momento e a quem nos dirigiremos com a Palavra de Deus e com as coisas santas que dizem a respeito a Ele.

Que coisa maravilhosa o Evangelho de hoje! Ele está nos chamando à atenção para não darmos aos cães as coisas santas nem atirarmos as nossas pérolas aos porcos. Os cães não sabem o que é uma coisa santa, e os porcos não sabem dar valor às pérolas. Para os porcos, pérolas e lavagem são a mesma coisa. Isso nos mostra que não devemos gastar nossas energias, nosso ardor, para anunciar o Reino de Deus, as coisas d’Ele para quem vai menosprezá-las, caçoar delas e nos ridicularizar com aquilo que estamos levando a eles.

Eu sei que, dentro de nós, muitas vezes, existe um ímpeto de querer evangelizar, anunciar o Senhor a outras pessoas. Mas para anunciar, pregar existe o tempo, a hora e o momento certo.

É obvio que devemos anunciar e pregar a Palavra no tempo oportuno e inoportuno, mas o que não podemos, de forma nenhuma, é desperdiçarmos o Evangelho de Cristo com quem somente o despreza e pisa em cima. Devemos zelar pelas coisas santas do Senhor, ter discernimento para sabermos a hora, o momento e a quem nos dirigiremos com a Palavra de Deus e com as coisas santas que dizem a respeito a Ele.

Respeitar as coisas santas é saber o momento e a hora certa de evangelizar. Nós entramos pela porta estreita, passamos pela porta apertada, mas precisamos encontrar brechas para, ali, anunciar o Evangelho. Esse é o caminho que nos salva, e não é porta larga, onde tudo pode, onde tudo é permitido, onde não existem leis nem limites.

Que nós vivamos as diretrizes, guiados pelo Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia

Comentários