20 maio 2015

Deus nos preserva de toda a maldade do mundo

Deus nos preserva de toda a maldade do mundo; nos preserva do orgulho e da soberba que nos levam a nos rebelarmos contra Ele e a nos portarmos como se fôssemos os deuses deste mundo.

“Não peço que os tires do mundo, mas que os preserves do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou do mundo. Santifica-os pela verdade” (João 17, 15-17).

Continuamos acompanhando a oração sacerdotal de Jesus. O Mestre, ao se dirigir ao coração de Seu Pai, pede por nós: “Pai santo, Pai amado, Pai querido,  guarda-os em teu nome” (João 17, 11b), para que eu e você sejamos guardados no coração do Pai, guardados e protegidos pelo Seu amor.

Ser guardado é ser preservado, é ser abençoado, é ser livre do mal que quer, muitas vezes, agir em nossa vida. Primeiramente, para experimentarmos a plenitude da alegria. Eu sei que nós já tivemos e temos muitas alegrias nesta vida com coisas que nos deixam felizes, para cima e realizados; contudo, a plenitude da alegria só Jesus e aqueles que procuram ter a vida íntima com Ele a experimentam.

Porque a plenitude da alegria é ter o coração livre para exultar em Deus e saborear as coisas do céu. Não é a alegria momentânea, não é a ausência de tristeza; é ter o coração em Deus! Jesus nos pede que a experimentemos e que toquemos na plenitude da alegria celeste.

O Senhor não nos tira do mundo, porque vivemos, caminhamos neste mundo, estamos nele, porque este foi criado por Deus para ser cuidado e para ser liberto da força do mal. E é por isso que estamos neste mundo mesmo sem pertencer a ele. Mas é importante que não nos contaminemos, que nos preservemos e sejamos preservados, pela graça de Deus, do mal deste mundo.

E sabemos o quanto o mal deste mundo se alastra, a malícia deste mundo, revestida de maldades em palavras, em relacionamentos, em propagandas e tantas coisas maldosas. O mundo perece na corrupção do pecado, é o mal que se reveste de bem; é o fazer algo errado como se fosse correto.

Deus quer nos preservar do orgulho e da soberba da vida que nos leva a nos rebelarmos contra Ele e a nos portarmos como se fôssemos os deuses deste mundo; sempre que somos tomados pelo desejo do culto, da glória, da busca da vantagem e do ser melhor que o outro.

Rezemos: Preserva-nos, ó Pai, do mal deste mundo! Guarda-nos no Teu coração como Tu guardarte Teu Filho. Preserva-nos, guarda-nos, liberta-nos e livra-nos do mal. Não permita que o maligno tenha força sobre nós, mas que sejamos vencedores do mal com toda a força do bem! Guarda-nos pelo Teu amor e em Teu amor. Ajuda-nos a sermos mais do que vencedores, pois somente a Ti a glória, Pai, e somente em Ti está a nossa confiança, o nosso refúgio e a nossa segurança!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários