14 ago 2015

Deus nos chama a trabalhar pela unidade das famílias

Deus nos chama a trabalhar pela unidade das famílias e pela união do casal. Deus dá jeito em situações que parecem impossíveis de ser resolvidas. Precisamos querer, confiar e acreditar n’Ele!

De modo que eles já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe” (Mateus 19, 6).

 

O Evangelho de hoje nos ajuda a compreender qual é a visão do Criador a respeito da união do homem e da mulher. O casamento não se trata apenas de um contrato civil entre duas pessoas que resolveram morar juntas e começar uma aventura. Não, não é isso; de fato, é um compromisso. Primeiramente é um compromisso de um com relação ao outro, são duas vidas que se unem para constituir uma única vida familiar.

Nós não podemos nos esquecer desse aspecto fundamental que envolve a união do homem e da mulher. É verdade que, no matrimônio, as personalidades são diferentes e que cada um conserva sua identidade pessoal. E isso não pode ser confundido; mas é verdade também que eles constituem uma unidade e formam uma única família. A Palavra de Deus hoje nos chama a trabalhar pela unidade, a trabalhar para unir aquilo que Deus abençoou e não para separar aquilo que Ele uniu.

Todos nós sabemos que a vida a dois não é fácil, mas nenhuma vida é fácil. A vida da pessoa sozinha também não é fácil! Muitos dizem: “Ah! É melhor estar só do que mal acompanhado“. Nós entendemos que há situações em que a pessoa escolheu viver solteira, viver uma vida digna sendo solteira. Tudo bem. Mas o lugar da família é na união entre o homem e a mulher. Não vamos discorrer aqui a respeito das exceções e dos casos que não deram certo, dos problemas e dos distúrbios que podem haver. Vamos nos centrar no essencial: no plano de Deus, naquilo que Deus sonhou e quis, naquilo que está no coração do Criador.

Por causa da ignorância (por falta de conhecimento e maturidade), os antigos, quando não conseguiam mais viver juntos, se separavam. Contudo, Jesus diz, nesta passagem bíblica, que não foi isso que o Criador quis. O Criador, no princípio, quando nos criou homem e mulher disse: “O homem deixará pai e mãe, e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe” (Mateus 19, 5-6).

Portanto, ninguém tem o direito de separar aquilo que Deus uniu. Aqui eu chamo atenção para o cuidado que precisamos ter com os meios de comunicação e com as pessoas cuja mentalidade seja materialista, mundana e a favor do “descartável”: “Não deu certo, separa! Não está indo bem, deixa!” Não, este não deve ser o primeiro pensamento a ser adotado, este não é o trabalho a ser feito! O trabalho a ser feito é o de tentar salvar e resguardar o casamento.

Eu já vi tantos casamentos que iam por água abaixo e os casais, ao buscar na força da oração, da reconciliação e da revisão de vida, resgatar o matrimônio. Por isso, eu acredito que tem jeito! Já vi Deus dando jeito em situações que pareciam impossíveis de ser resolvidas. Precisamos querer, confiar e acreditar no Senhor!

Por favor, meu irmão, minha irmã, quando você vir um relacionamento que não está indo bem, o primeiro trabalho e o primeiro conselho a ser dado não é a separação, não é tentar ver o caminho que não tem mais jeito. O conselho a ser dado é o de tentar de todas as formas [salvar o casamento], porque para Deus nada é impossível! Até um casamento e uma família que pareciam não ter mais jeito, Deus pode dar jeito neles!

Creia! Eu já vi muitas graças acontecerem e sei que ainda verei muitas outras com a graça de Deus!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

42%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários