15 Dec 2018

Deixemos o fogo de Deus arder em nós

Ainda que sejamos de Deus por um tempo, que já participemos das coisas d’Ele, é sempre necessário que esse fogo esteja ardendo em nós

Naqueles dias, o profeta Elias surgiu como um fogo, e sua palavra queimava como uma tocha” (Eclo 48,1).

A Palavra de Deus exalta para nós a figura do profeta Elias. Quando olhamos no Antigo Testamento, Elias é para nós o referencial do profetismo exercido na primeira revelação divina.

Elias veio como um fogo divino, tinha um coração abrasado pela graça de Deus, tomado pelo fogo do Céu, e deixou que esse fogo consumisse o seu coração. O fogo do amor, do ardor, o fogo de alguém que se deixou consumir por Deus e pela Sua Palavra.

Quando Elias falava, a Palavra de Deus saía de sua boca. Ele, realmente, fazia os pecados serem queimados, fazia as consciências arderem de arrependimento e voltarem para o caminho do Senhor.

Elias foi arrebatado aos Céus, e o povo viveu na expectativa de que ele voltasse. Jesus, no entanto, está dizendo hoje: “Elias voltou e vocês não o reconheceram”. João Batista personifica e traz para nós o que é o profetismo de Elias na nova revelação ou na revelação definitiva.

Se Elias é considerado o profeta do Antigo Testamento, João é o profeta do Novo Testamento. Se Elias abriu o coração para que acolhessem a mensagem de Deus, João é aquele que vem para abrir e queimar os corações para que acolham Jesus, a Palavra eterna e a sabedoria encarnada de Deus no meio de nós.

Profetas não são aqueles que simplesmente falam de Deus, mas aqueles que levam Deus ao coração das pessoas, primeiro, pelo arrependimento sincero, pela conversão de vida e a entrega do coração a Deus. Todo profetismo prega arrependimento, mudanças de atos, costumes, pensamentos e sentimentos.

Todo profetismo vem queimar nossos corações, não nos deixa acomodados no estado em que estamos. Ainda que sejamos de Deus por um tempo, que já participemos das coisas d’Ele, é sempre necessário que esse fogo esteja ardendo em nós, que penetre o nosso interior e vá nas penumbras da nossa alma e acenda um desejo sincero de conversão, de arrependimento e entrega da vida a Deus.

Esse tempo de graça que vivemos é um tempo que nos convida a mudarmos, a deixarmos que o fogo de Deus esteja ardendo dentro de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.