30 out 2013

Busque no Espírito se submeter à vontade de Deus

Busque no Espírito se submeter à vontade de Deus. Quando fazemos isso, o Paráclito nos conduz para que a vontade de Deus se realize em nós.

“Irmãos, também, o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza. Pois nós não sabemos o que pedir, nem como pedir; é o próprio Espírito que intercede em nosso favor, com gemidos inefáveis” (Rm 8,26).

Como nós precisamos do Espírito e da vida no Espírito, irmãos, porque, até quando oramos nós somos fracos! Muitas vezes, nós não temos força, nem concentração, tampouco inspiração, até mesmo para discernir como devemos orar e como pedir para Deus nos ajudar.

Em certas ocasiões, não sabemos o que devemos fazer e dizer, nem como aconselhar e orientar o outro, tampouco que caminho seguir. Por isso há a importância da vida no Espírito, a oração, a confiança n’Ele, tudo isso é próprio de corações humildes, daqueles corações que se colocam confiantes em Deus e sabem que necessitam d’Ele.

A luz de Deus nos guia em todos os nossos caminhos. Nós erraríamos menos, acertaríamos mais, teríamos mais sabedoria naquilo que fazemos, pensamos ou decidimos, se nos deixássemos guiar por esse mesmo Espírito, que nós recebemos.

O que acontece é que nós, muitas vezes, O “engavetamos”, pois, embora saibamos que O temos em nós, queremos agir guiados somente pelos nossos impulsos humanos, só por aquilo que é a razão ou a lógica. E o Espírito, muitas vezes, até contraria a nossa lógica. O Espírito Paráclito perscruta, vê além, mais alto, e enxerga onde nós não enxergamos.

É por isso que nós precisamos da vida no Espírito e precisamos da oração d’Ele. Devemos orar no Espírito da maneira que sabemos e como nos convém, o importante é ter essa submissão espiritual; deixar que o Divino Amigo tome conta daquilo que inclina a nossa vontade e move o nosso ser. É por isso que cada um, à sua maneira, precisa saber também orar no Espírito.

Como diz São Paulo aos Romanos – com gemidos inefáveis – (louvo a Deus por isso!), aqueles que oram no Espírito oram em línguas. Mas se esse dom ainda não lhe for aprazível, isto é, não chegou ainda a você – busque no Espírito se submeter à vontade de Deus. Quando fazemos isso, nós nos deixamos guiar e o Paráclito nos conduz para que a vontade de Deus se realize em nós. 

Deus abençoe você!

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia

Comentários