15 abr 2015

Anunciemos que somente no nome de Jesus há salvação

Que possamos livremente anunciar o nome de Jesus sem medo, sem receio, sem temor e sem nos entregarmos.

“Porém, durante a noite, o anjo do Senhor abriu as portas da prisão e os fez sair, dizendo: ‘Ide falar ao povo, no Templo, sobre tudo o que se refere a este modo de viver'” (At 5, 19, 20).

Sabem, meus irmãos, é importante mencionar que a pregação do Evangelho não suscita só amor, carinho, ternura e acolhimento das pessoas, pois em muitas épocas, situações e momentos pregar o Evangelho suscitou no coração das pessoas ódio e revolta. Assim como isso foi provocado no coração de muitos contemporâneos de Jesus, fato que O levou à morte, naquele tempo, nos tempos de hoje e nos tempos vindouros, haverá aqueles que sempre terão raiva e agirão com ira por causa do anúncio do Evangelho.

O Evangelho incomoda e provoca reações! Como ninguém gosta de ser incomodado, como muitos preferem continuar a vida do jeito que está e não gostam que se comentem as práticas erradas e que escravizam, a ira se acende contra aqueles que pregam e anunciam o Evangelho.

Vivemos, nos dias de hoje, situações difíceis em muitos países e lugares onde a fé cristã não é aceita. Cristãos estão sendo aprisionados, presos e condenados à morte pelo simples fato de ser cristãos. Nosso amor, solidariedade e oração àqueles que estão pagando com a própria vida o preço de ser seguidores de Jesus!

Nós, muitas vezes, também sofremos e seremos rejeitados e não queridos por anunciarmos e pregarmos este nome. A perseguição, a revolta, a indignação e a oposição ao nome de Jesus aconteceu em todo o tempo da história após a Ressurreição do Senhor. No entanto, isso muitas vezes provoca não só reação do lado de lá, como também em nós que somos seguidores de Cristo, porque quando isso acontece, muitas vezes, o nosso coração se fecha pelo medo, pelo ressentimento e pelo temor de que algo aconteça e, frequentemente, por uma total apatia à pregação da Palavra, apatia de anunciá-la.

Assim como o anjo foi em socorro de Pedro e João na prisão e os libertou daquela cadeia, hoje o anjo do Senhor quer vir também em nosso socorro, quer nos libertar das cadeias, das prisões nas quais nós estamos vivendo para que possamos livremente anunciar o nome de Jesus sem medo, sem receio, sem temor e sem nos entregarmos.

Que o anjo do Senhor nos liberte das prisões interiores que vivemos em nossa alma para que continuemos com audácia a anunciar que somente no nome de Jesus há salvação!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários