17 jan 2014

A graça de Deus nos purifica e nos cura

Levemos os paralíticos para que o Senhor toque neles, para que o Senhor os tire da imobilidade em que se encontram!

”Quando viu a fé daqueles homens, Jesus disse ao paralítico: “Filho, os teus pecados estão perdoados” (Mc 2, 5).

 

Uma grande multidão se aglomera em torno de Jesus para ouvir a Palavra de Deus, e, ao mesmo tempo em que esta multidão queria ouvir o Senhor, alguns trouxeram um paralítico carregado por quatro homens, para que ele [paralítico] pudesse chegar até o Senhor. Foi por cima do teto, descoberto por eles, por meio do qual eles o levaram até Jesus.

Queria chamar a sua atenção para algumas coisas. A primeira delas é a paralisia deste homem, não sabemos qual é a origem dela nem o que o deixou paralítico. Mas você sabe que a pessoa paralisada não consegue andar com suas próprias pernas. Diversas causas levam a pessoa a ficar paralisada, mas irei falar da mais profunda delas: a forma como o pecado paralisa a nossa vida, imobiliza os nossos passos, paralisa o nosso coração, a nossa vontade, a nossa disposição de amar, de fazer o bem, de perdoar e de procurar a Deus.

Nós não temos noção de como o pecado é ”nocivo”, do quanto ele realmente nos deixa paralisados. E, às vezes, não temos forças para procurar a Deus, não temos força para chegar até Ele. Quantas pessoas até precisam e querem se aproximar de Deus ou buscar algo para resolver suas vidas, porque estão vivendo uma verdadeira penumbra na fé, na vida espiritual e na vida pessoal. E as outras coisas da própria vida começam a se embaralhar, a se misturar e a ficar confusas quando a paralisia começa tomar conta da vida das pessoas.

Quero chamar a atenção para estes quatro homens que foram ousados e levaram esse paralítico até Jesus. Existem pessoas que servem para levar os outros ao boteco, ao bar, servem para levar para este ou para aquele caminho; mas, hoje, nós precisamos de pessoas que levem os “paralíticos” até Jesus, aqueles que não conseguem andar. O quão importantes são nossas reuniões, nossos círculos bíblicos, terços, o ir ao encontro das pessoas! E aqui não me refiro somente às pessoas que já fazem parte da Igreja ou seguem o Senhor, mas a tantos que estão paralisados no meio de nós e que precisam conhecer o poder de Deus para se levantarem da prostração em que se encontram.

Eu e você precisamos ser esses condutores, primeiro saindo da nossa própria paralisia, pois quem está parado não consegue ir para a frente, e uma vez que nos libertamos, uma vez que a graça de Deus nos purifica e nos perdoa dos nossos pecados, levemos os “paralíticos” para que o Senhor toque neles, para que o Senhor os tire da imobilidade em que se encontram!

Que Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários