19 jan 2012

Vá até Jesus do jeito que você está!

Jesus está no auge de Sua popularidade. Ele está andando por toda parte fazendo o bem e curando a todos. Mas, ao mesmo tempo, as forças hostis se levantam contra Ele para matá-Lo. Cristo, então, retira-se, porque ainda tinha muitas lições a ensinar aos discípulos e ao povo. E também porque ainda não havia chegado o Seu tempo de morrer.

Jesus não se retirou das multidões necessitadas que O seguiam por toda parte, mas dos inimigos d’Ele. Esse episódio da perseguição O leva a romper completamente com a sinagoga judaica. Após o confronto em Marcos 3,1-6, Ele retira-se do judaísmo oficial, simbolizado pela sinagoga. E volta-se para as pessoas até chegar ao Templo em Jerusalém,  a partir disso conduzi Seu ministério em lares e ao ar livre.

Embora rejeitado pelos líderes religiosos e políticos, as multidões vinham de toda a Palestina e também da Fenícia para ser curadas por Jesus. Algumas pessoas vieram do Sul: Judeia e Jerusalém. Outras vieram do Norte: Tiro e Sidônia. Outras vieram do Leste: De além do Jordão ou do Oeste: Galileia. Estradas empoeiradas, desertos e rios profundos não mantiveram aquelas pessoas longe de Cristo. Nenhuma dificuldade, nenhum obstáculo impediu aquelas multidões de virem a Cristo.

As pessoas do tempo de Jesus eram carentes e necessitadas e nós pertencemos a essa família. Elas se lançavam aos pés de Cristo, queriam tocá-Lo, pois queriam ser pessoas curadas, inteiras, salvas. Imagine se elas pensassem: “Não, nós só iremos a Cristo quando nossa vida estiver certa. Vamos dar mais um tempo”. Se assim fosse, elas não precisariam de Cristo e Cristo não seria necessário para elas.

Deixe o cego vir como está, deixe o paralítico vir mesmo se arrastando, o leproso vir coberto de sua lepra, pois as pessoas devem ir até o Senhor como estão. Assim como os médicos vieram para os doentes, Cristo veio para os pecadores. Venha como você está: endividado, desonesto, bêbado, drogado, impuro. É Jesus quem vai curá-lo, perdoar-lhe e salvá-lo. Você não pode fazer nada para a sua salvação. Jesus o recebe como você está. “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

De todos os que foram até Cristo nenhum foi mandado embora. Aliás, desde que o mundo começou, nenhum pecador chegou a Deus, nenhuma alma foi a Cristo sem ser recebida. Jesus disse: “O que vem a mim, jamais lançarei fora”. Jesus Cristo jamais quebrou Sua promessa. Desafiamos qualquer um a levantar uma prova sequer de uma pessoa que tenha indo a Cristo com seu coração quebrantado e que tenha sido rejeitada por Ele. É Ele mesmo quem convida: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados”. “Se alguém tem sede, venha a mim e beba.”

Todas as pessoas que se dirigiram ao Senhor Jesus foram por Ele atendidas, como atestam os Evangelhos. Os enfermos foram curados, os possessos foram libertos, os perdidos foram encontrados, os que estavam em trevas viram a luz, os que estavam aflitos foram consolados e os que estavam sem esperança receberam uma nova razão para viver.

As pessoas foram a Cristo para ouvir os Seus ensinamentos e também para ser curadas e libertas. Elas se lançaram aos pés de Jesus, tocaram n’Ele e se derramaram diante d’Ele. Hoje, eu convido você a vir até Jesus. Só Ele pode curar, libertar, perdoar e salvar você.

Em Mateus 12,15-21 – o texto paralelo – Jesus afirma que não esmaga a cana quebrada nem apaga a chama que ainda fumega. Ele alivia as pessoas do fardo que as oprime. E não esmaga aquele que já está caído. Foi assim que o Senhor fez com a mulher apanhada em flagrante adultério. Ele não a apedrejou, antes, perdoou-lhe, restaurando-lhe a dignidade da vida.

Cada pessoa tocada, curada e salva por Jesus Ressuscitado era mais uma testemunha d’Ele. Imagine que duzentas pessoas que foram curadas estavam no meio daquela multidão. Eram mais duzentas testemunhas de Jesus a falar sobre Seu poder. O círculo daqueles que eram salvos aumentava, o número daqueles que testemunhavam crescia. Cada nova pessoa curada e salva era uma voz a mais a chamar outras a virem até o Messias.

Hoje, depois de dois mil anos, milhões e milhões de vidas já foram tocadas, curadas e transformadas por Nosso Senhor Jesus Cristo. Você não pode se desculpar. Cada nova vida salva por Jesus é um forte argumento para você de que Ele é suficiente para ser o seu Salvador. Oh, amigo! Há uma nuvem de testemunhas ao seu redor proclamando para você que Jesus é o único Salvador, a única esperança para a sua alma. Vá a Ele agora mesmo!

O próprio nome do Senhor convida você. Seu nome é Jesus Cristo, que significa “Salvador”. Você é pecador, mas Ele é o Salvador. Você tem sede, mas Ele é a Água da Vida. Você tem fome, mas Ele é o Pão da Vida. Você está perdido, mas Ele é o Caminho. Você está morto, mas Ele é a Ressurreição e a Vida.

Cristo importa-se com você. Ele o ama e foi à cruz por você. Suas mãos foram rasgadas, Seus pés foram pregados na cruz e Ele foi transpassado no madeiro por amor a você. Ele o ama com amor eterno. Por isso, venha a Ele!

O Evangelho é uma mensagem urgente: amanhã pode ser tarde. Hoje é o tempo de Deus. A Palavra que você está ouvindo é a voz de Jesus. Venha a Ele. Aquelas pessoas não ficaram esperando Jesus ir às suas cidades, elas foram até Ele, pois tinham pressa. Elas se lançavam aos Seus pés para tocá-Lo.

Não deixe que alguma dificuldade o impeça de ir a Cristo: família, amigos, prazeres, dinheiro, preconceito. Vá a Cristo sem demora. Somente Ele pode perdoar os seus pecados, preencher o vazio da sua alma e satisfazer os anseios do seu coração. Ele pode arrancar o seu coração endurecido e dar-lhe um coração sensível. Ele pode abrir os seus olhos para que você veja a glória de Deus. Ele pode tirar você do poço profundo em que você se encontra. Ele pode dar a você um novo nome, um novo coração, uma nova mente, uma nova esperança, uma nova vida!

Jesus é o mesmo sempre. Seus braços não estão “encolhidos” para que não possam salvar, nem seus ouvidos surdos que não possam ouvir o seu clamor. Portanto, venha a Jesus. Toque-O pela fé e você também será curado.

Padre Bantu Mendonça

Comentários