20 Dec 2018

Uma nova humanidade brota do ventre da Virgem Maria

O ventre de Maria é o lugar da contemplação, do silêncio e da espera

Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus” (Lucas 1,30-31).

Maria é a agraciada! Eu fico olhando para o mundo em que se celebra o Natal: há luzes, árvores de Natal, cartões, Papai Noel, mas não vamos à árvore primeira, pura, sem mácula, a árvore que gera a vida, aquela que nos traz a vida. Essa árvore fecunda, abençoada, pura e sem mancha, é a Virgem Maria. Quando o Anjo diz que ela é agraciada, toda cheia da graça, é porque o que vem dela é o que nos salva e redime. Por isso, o filho que sai dela se chama Jesus, porque Ele é o nosso Salvador.

Precisamos nos voltar, neste tempo de graça, para o milagre único e radiante que se realiza no ventre da Virgem Maria, dele brota o novo paraíso, a nova humanidade.

Uma humanidade para ser salva precisa de alguém que a resgate. Aquele que regasta e salva essa humanidade tem nome, chama-se Jesus, Ele brota e vem do ventre da Virgem Maria. Por isso, o mistério do Natal se esconde em Maria, se manifesta nela. As luzes que brotam e vêm para iluminar os nossos corações vêm do ventre de Maria. Por isso, paramos para contemplar, para reconhecer as grandezas d’Aquele que se faz pequeno no ventre de uma mulher.

Eu fico admirado quando vejo nossas mulheres engravidarem. Veja que beleza é a barriga da mulher quando vai crescendo! É a vida que vai se manifestando com o desejo de vir até nós.

Eu fico a contemplar Deus que desce do Céu, encarna-se no ventre de Maria e vem ao nosso encontro. Não há melhor lugar, não há melhor maneira de vivermos a intensidade, a espiritualidade, a mística natalina do que nos voltarmos para o ventre daquela que concebeu Jesus. Ali, o homem novo é gerado, a mulher nova é gerada, ali somos refeitos, recriados, entramos no paraíso que se perdeu com o pecado de Adão e com os nossos pecados.

O ventre de Maria é o lugar da contemplação, do silêncio, da espera e de saber aguardar. Vivemos nos tempos da ansiedade que toma conta do coração de todos os homens e mulheres. Maria irrompeu a ansiedade da história para se colocar na serenidade do Espírito para fazer do seu ventre o lugar da morada de Deus.

Queremos ver Jesus, contemplar o lugar de onde Ele veio.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.