28 Nov 2017

Tudo na vida passa

Da vida nada levamos, nada fica, não adianta nos encantarmos com as belezas disso ou daquilo e colocarmos ali o nosso apego, porque tudo vai passar

“Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído” (Lucas 21,6).

Lendo um Evangelho como esse, ficamos até assustados imaginando as catástrofes, calamidades e coisas duras que acontecerão. Pode ser que nós queiramos nos esconder das preocupações, do medo e do pavor. Não é nada disso.

A primeira coisa: o Evangelho está nos dizendo que, tudo passa e que nada fica; não precisamos esperar o fim do mundo ou Jesus voltar. Fico olhando para uma pessoa quando está agonizando em cima de uma cama. Diante dos olhos dessa pessoa tudo se destrói de uma vez só, tudo o que ela viu e se aconteceram muitas coisas, tudo é destruído; tudo passa, tudo aquilo que ela colocou no coração dela cai por terra.

Da vida nada levamos, nada fica, não adianta nos encantarmos com as belezas disso ou daquilo e colocarmos ali o nosso apego, porque tudo vai passar.

A camisa que estou usando agora, a roupa que eu uso, o carro que estou dirigindo, daqui a pouco não terei mais; tudo parece encantador, mas não ficará ”pedra sobre pedra”. Entretanto, não tem fim do mundo, destruição, tsunami, nem terremoto que vai destruir a nossa alma, a nossa relação com Deus, a generosidade, os valores que semeamos; nada disso poderá passar, se realmente investimos a nossa vida nos verdadeiros valores.

Muitos podem perguntar: “Eu vou fazer pouco caso?” Não! Cuidaremos da nossa vida, vamos trabalhar, contemplar a beleza dessa vida, mas com a consciência de que tudo passa, só não passa quem faz a vontade do Senhor.

A segunda coisa é não se deixar enganar e nem iludir. É muito fácil nos enganarmos dizendo: “Jesus está aqui. Jesus está ali, Jesus está voltando”. Não nos deixemos levar por mentalidades alarmistas. Há aqueles que tocam trombetas, porque a mentalidade alarmista é só para criar pessoas medrosas, pessoas que se convertem por causa do medo. Precisamos superar essa mentalidade, pois nós nos convertemos por amor a Deus.

Se Jesus voltar hoje, ou daqui há mil anos, estaremos prontos para sermos d’Ele. Precisamos, na verdade, converter-nos a cada dia, sermos mais despojados. E o mundo todo pode ruir, mas quem está em Deus permanece de pé, porque é Ele quem cuida de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Dezembro

47%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.