28 out 2011

Tome posse do Senhorio de Jesus na sua vida

A multidão toda procurava tocar em Jesus, porque uma força saía d’Ele e curava a todos.

Ao longo da história, tivemos homens que gozaram de muitos prestígios entre suas nações. Temos como exemplo concreto a festa dos santos de hoje: Simão e Judas Tadeu, membros da equipe que Jesus escolheu, a quem Ele deu o nome de apóstolos.

Mas, afinal, por que estes homens – e tantos outros – seguiram Jesus? Porque Ele é o Senhor, porque Jesus é o amor. Ele, o único Deus que desceu até nós, curou-nos de todas as imundícies do mundo. Jesus foi e é o único dentre todos que morreu em uma cruz por nós. Por isso, não devemos ter outro Senhor além d’Ele!

As pessoas procuravam tocar em Jesus para serem curadas, exorcizadas e libertas de todo mal.

Onde estava e de onde saía a força que curava a todos? Esta força que a todos curava não estava nem saía de braços ou de armas, mas estava no amor que existia e existe dentro de Cristo. Assim como os apóstolos e toda a multidão, somos chamados a tomar posse deste amor.

Se realmente queremos ser curados e salvos, é preciso tocar em Jesus nos nossos dias. Você poderá me perguntar: “Mas como tocá-Lo nos dias de hoje?” Eu lhe responderei: “Podemos, sim, e devemos tocá-Lo na Eucaristia, pois Deus se fez pão para se dar em alimento. Morto, matou de uma vez por todas a nossa morte. Ressuscitando, restaurou-nos para a vida eterna!”

De fato, nós custamos caro a Deus. O preço da nossa redenção foi o sangue de Seu próprio Filho. Por isso, quando deixamos de buscar Jesus para buscarmos outros que não nos podem dar a salvação, nós O desagradamos profundamente. Quando nos apegamos em outras religiões, em outras filosofias de vida, é o mesmo que dizer a Jesus que não valeu a pena Ele ter morrido numa cruz por nós.

Jesus é o único Senhor de nossas vidas. Abandone tudo aquilo que o afasta d’Ele! Eu citei líderes e fundadores de religiões, mas, dentro de nós, também criamos nossas próprias religiões como o álcool, o cigarro, as baladas, as drogas, a mentira, o adultério, o apego aos bens materiais… Tudo isso e muito mais, aos poucos, vai tomando o lugar que deveria ser de Jesus.

Ore comigo: “Jesus, quanto amor o Senhor tem por mim! Ninguém no mundo derramou tanto amor, tanta alegria nos corações como o Senhor. Que bom que existiram, ao longo dos séculos, homens bons que moveram nações, porém, nenhum deles foi ou é capaz de ensinar o verdadeiro caminho, de dar-nos a verdadeira salvação, de dar-nos a vida em abundância. Jesus, és o meu único Senhor! Ajuda-me neste caminho em busca do céu. Ajuda-me a alcançar a santidade, a ser mais santo e a viver sua Palavra. Sei que só conseguirei com a sua ajuda. Assim como aquela multidão procurava tocar no Senhor, deixe que também eu O toque para que, assim, seja curado e salvo da condenação eterna. Amém!”

Padre Bantu Mendonça


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários