14 Nov 2018

Tenhamos um coração grato a Deus

Nesta vida, nada mais nos cura do que ter um coração grato, um coração que louva e exalta

Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano” (Lucas 17,15).

Jesus estava aproximando-se de um povoado e, quando se aproximava desse povoado entre a Samaria e a Galileia, dez leprosos saíram ao seu encontro e suplicaram: “Mestre, tenha compaixão de nós”. Esses leprosos queriam ficar curados, queriam ficar limpos daquela condição, queriam estar no meio dos homens. A lepra era considerada uma impureza e afastava essas pessoas do convívio social e, eles, queriam voltar.

Jesus acolhe toda e qualquer impureza, seja ela de ordem física, moral, social. Porque, Jesus é Aquele que, com Seu amor, cura todas as suas realidades; é Aquele quem traz para o coração de Deus aqueles que foram afastados pelos homens ou pelos Seus próprios pecados.

Veja: dos dez leprosos que pediram a graça, um deles que não era judeu, era samaritano, e voltou para glorificar a Deus em alta voz e, mais ainda, ele caiu com o rosto por terra para agradecer aquilo que Jesus fez por ele.

A expressão “agradecer em alta voz” é a expressão de um coração que vive um entusiasmo sem igual, de reconhecimento e gratidão por aquilo que Deus realizou na sua vida.

Somos, muitas vezes, cristãos mal-agradecidos, passamos boa parte do nosso tempo reclamando, murmurando, falando mal da vida dos outros. Não temos um coração agradecido, entramos numa oração e a coisa mais difícil é alguém conseguir levantar as mãos e dizer: “Obrigada, Senhor. Eu Te agradeço por aquilo que o Senhor realizou na minha vida”.

Nesta vida, nada mais nos cura do que ter um coração grato, um coração que louva e exalta, mas não adianta louvar e nem agradecer da boca para fora. O louvor vem do reconhecimento e do engrandecimento de Deus na nossa vida.

Quando rebaixamos o nosso orgulho e a nossa autossuficiência, a humildade que há em nós, leva-nos a louvarmos, agradecermos, bendizermos e glorificarmos o Deus maravilhoso que cuida de nós, nos purifica, nos perdoa e nos renova.

Não podemos ser como aqueles noves leprosos, pois eles não foram salvos. Ser salvo é, acima de tudo, ser liberto daquele coração pernicioso que eles tinham. E, nós, muitas vezes, não nos livramos desse coração pernicioso, porque não sabemos ser agradecidos.

“Eu te louvo, meu Senhor, meu Deus e meu Salvador, porque na minha vida realiza maravilhas. Ao Teu nome o louvor, a ação de graças. Ao Teu nome bendigo e engradeço eternamente. Porque, na minha vida, o Senhor realiza maravilhas a cada dia”.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Ajude a Canção Nova!

0%

Confira a ediçao especial da revista
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.