31 dez 2013

Somos filhos de Deus!

A luz de Deus cresce em nosso coração e vai nos iluminando, vai nos mostrando a direção por onde os filhos de Deus devem e precisam caminhar.

”Mas, a todos os que a [ luz] receberam, deu-lhes capacidade de se tornar filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, pois estes não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo” (João 1,12-13).

 

 Meus queridos irmãos e irmãs, na oitava do nascimento de Jesus nós, hoje, contemplamos o Evangelho que nós fala sobre a presença do Verbo de Deus no meio de nós. O Verbo veio para todos, a luz de Deus veio para todos os homens, mas não são todos que se abrem para receber essa graça do Senhor. Não basta Deus vir, não basta Ele estar no meio de nós, é preciso que, da parte de cada um de nós, haja abertura, disposição e acolhimento daquilo que Deus trouxe para nós.

Quem se abre para esta graça, quem abre as portas da sua casa e, sobretudo, do seu coração, para acolher o Filho de Deus, Ele  dá a graça de se tornar filho de Deus. Esta é a grande graça que Deus nos deu, porque nos tornamos filhos d’Ele; não filhos com a mesma qualidade que Jesus, porque Ele é de natureza divina, eternamente Deus com o Pai e com o Espírito Santo. Mas, Ele nos adota como filhos do Pai e por causa do Sangue de Jesus, a carne que Jesus nos dá, a carne que Ele assume ser  a nossa, Ele nos eleva à condição de filhos e filhas de Deus.

Veja que beleza, que coisa maravilhosa, nós somos filhos de Deus! E você diga isso com convicção: Eu sou filho de Deus, sou filha de Deus! Eu preciso, pelo menos, me parecer com meu Pai! Eu preciso buscar em mim as virtudes d’Ele dentro de mim. A luz de Deus cresce em nosso coração e vai nos iluminando, vai nos mostrando a direção por onde os filhos de Deus devem e precisam caminhar. Por isso, para vivermos como filhos de Deus, nós não podemos viver nas trevas, na escuridão do pecado; nós precisamos saber viver como filhos da luz.

Hoje um novo dia vai surgir diante de nós, um novo ano se apresenta no meio de nós. Que tenhamos a disposição e a graça de começar um novo ano querendo viver como filhos de Deus! Que a sua noite seja abençoada, iluminada, que a sua noite não seja uma noite de farra, de pecado; mas seja uma noite de graça. Celebrando, festejando, onde quer que você esteja, mas não se esquecendo: “Eu sou filho e filha de Deus!”

Que Deus abençoe você!

 

Comentários