17 Jul 2010

Somente o servo é capaz de amar

Existe um ditado muito certo que diz: “Se você não quer sofrer, então não ame”; mas se você não amar nesta vida, tenha certeza de uma coisa: irá vegetar e não viverá. Quem ama sofre; sinônimo de amar é sofrer; porém, este sofrimento é consequência de quem opta pelo amor, e terá, como fim, a felicidade.

Por que o Amor (Jesus) só vive o amor aos que mais sofrem, e como consequência, passa pela inveja, pelo ciúme, pela perseguição, enfim, pelo sofrimento. Começa-se uma perseguição a Jesus simplesmente pelo fato de Ele amar. Quando o amor chega, chega a luz; quando a luz chega, tudo vem à luz, tudo fica às claras e as realidades de trevas passam a desaparecer. Esse processo é doloroso, inquieta; e a muitos faz surgir a revolta.

Os fariseus estão revoltados com Aquele que só ama, que só faz o bem, pois a realidade destes de trevas estão sendo iluminadas. Solução para eles e muitos nos dia de hoje? Matar, silenciar e perseguir aqueles que trazem a luz da verdade; no caso deles [fariseus], Aquele, que é a Verdade.

Como não existe Jesus (a Verdade, por excelência) sem Igreja, nem Igreja sem Jesus, entendemos o porquê de a Igreja estar sendo tão perseguida nos dias de hoje: é porque possui o carisma da verdade, pois a alma da Igreja, Corpo Místico de Cristo, é o Espírito Santo.

Jesus não se deixa levar pelas realidades de perseguição; Ele não tem olhar fixo nos problemas, o olhar  de Cristo está voltado na capacidade e na missão de viver o amor concreto, pois foi para isso que Ele veio, a mando do Pai.

O Ressuscitado pede às pessoas do povo com as quais Ele tem contato que não revelem quem Ele é até o momento oportuno, conforme foi profetizado pelo profeta Isaías. Este profetiza a acerca do servo sofredor. Este servo possui algumas características muito interessantes, características estas que devemos trazer para o interior da nossa vida e de nossas atitudes. O servo, segundo Isaías, possui o olhar muito atendo ao olhar do Pai; seu coração bate em sintonia ao coração do pai; está com o ouvido muito atento para escutar bem o que o Pai tem a lhe dizer, pois só o que deseja é fazer a vontade do pai que lhe enviou. Este servo, porque fala das coisas do Pai e traz a verdade a todos, começa, consequentemente, a ser perseguido, pois a verdade na maioria das vezes faz com que venhamos a escutar coisas que não gostaríamos de escutar. Ele, o servo, recebe em troca perseguições, cusparadas, açoites… mas não volta atrás; não ergue a voz, pois sabe onde colocou a sua confiança. Sabe que o seu Senhor não faltará, não o abandonará.

A partir das atitudes do servo sofredor, como se encontra a nossa confiança? Estamos firmes,  independentemente das perseguições? Só conseguiremos resistir às perseguições e vivermos o amor se nossa confiança for inabalável no Senhor. Como adquirir tal confiança? Intimidade – com o Senhor e com a sua Palavra – e servindo.

Padre Pacheco

Comunidade Canção Nova

Comentários

Novembro

40%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários