13 mar 2016

Sejamos tocados pela misericórdia de Jesus

Quando nosso coração é tocado pela misericórdia divina, reconhecemos nossos próprios pecados e cuidamos daquele que também errou

“Quem dentre vós não tiver pecado, seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra” (João 8, 7).

 

Ainda era madrugada quando os mestres da Lei e os fariseus trouxeram uma mulher surpreendida em adultério para que Jesus tomasse uma posição. Ele era o Mestre da misericórdia e veio cumprir a Lei. Segundo a Lei, quando uma mulher fosse surpreendida em adultério, deveria ser apedrejada, escorraçada e levada à morte por tamanho pecado e crime.

Quando levaram essa mulher ao encontro de Jesus, já estavam prontos para sentenciá-la. Cristo, o Mestre da vida, esperou acalmar a euforia, acalmar aqueles corações que estavam efervescentes e tomando decisões de forma precipitada. Ele se abaixou e começou a escrever no chão, talvez ali pudesse escrever tantas coisas, pudesse se lembrar dos pecados que cada um tinha em si. Ao levantar-se, disse que aquele que não tivesse pecado poderia atirar a pedra naquela mulher.

Nós costumamos considerar o pecado do outro sempre o maior, considerar o outro como pecador, e quando assim o fazemos, somos capazes apenas de enxergar o pecado e o erro do outro, mas não enxergamos nosso próprio pecado e miséria. Quando temos um coração muito envolto pela justiça e quando esta não se condensa pela misericórdia, não somos justos, mas justiceiros; queremos a toda prova julgar, condenar e reprovar aquele que erra.

Jesus é a misericórdia de Deus encarnada, Ele não quer jogar na cara de ninguém o pecado desse ou daquele outro, mas quer que cada um se reconheça e olhe a sua própria miséria e pecado; assim a misericórdia irá nos envolver! Primeiro, a misericórdia de Deus, que nos ajuda a reconhecer quem somos; depois, como exercê-la para com o outro.

Quando nosso coração é tocado pela misericórdia divina, reconhecemos nossos próprios pecados e pedimos: “Senhor, misericórdia!”. Com essa mesma misericórdia, tratamos aquele que pecou, errou e falhou.

Deus abençoe você!

Veja a reflexão do dia de hoje:

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do Padre Roger


Comentários